O contrabando de animais é uma das 3 práticas ilegais mais lucrativas que existe no mundo.

Estimativas apontam que esse negócio movimenta mais ou menos 20 bilhões de dólares por ano.

E o valor aumenta de acordo com a raridade que o animal apresenta.

Então, o contrabando consiste em você tirar um animal do seu habitat natural e o  levar para venda de colecionadores, zoológicos, indústria farmacêutica para a realização de medicamentos ou produtos cosméticos, indústria da moda para fabricação de roupa e etc.

É possível observar que esses animais têm sua liberdade roubada para a satisfação do mundo capitalista.

E alguns além de liberdade roupada, apresentam uma morte precária, devido a captura do animal ser feita de forma errônea por sair do seu habitat natural.

Dessa forma, os animais considerados mais calmos como papagaio, arrara, peixes, são os preferidos nesse mundo ilegal.

contrabando de animais

CONTRABANDO DE ANIMAIS NO BRASIL

O Brasil é um país que possui uma vasta biodiversidade e uma variedade de espécies animais o que acaba causando ser um dos países que mais possui contrabando.

De todo o dinheiro que o negócio movimenta por ano, 10% é arrecado com atividades realizadas dentro do nosso país.

Além de a comercialização também ser feita dentro no país. Os estados que mais apresentam o contrabando de animais são os Estados do Maranhão, Piauí, Bahia, Pernambuco, Paraíba e Ceará.

Ou seja, o Nordeste em peso é responsável pela má fiscalização no seu território.

E essas atividades envolvem desde aves e insetos até répteis e mamíferos.

A influencia que o Brasil possui nesse negócio ilegal é devido a sua baixa fiscalização e falta de penalidade rigorosa, já que toda vez que um traficante é preso, a sua liberdade é realizada mediante pagamento de fiança.

E não há que negar que dinheiro é o que não falta para esse negócio.

Baseado em dados da ONG Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, o Brasil apresenta por ano a perda de mais de 38 milhões de animais dos seus habitats naturais.

Esse número é gigantesco e acaba por influenciar de forma negativa a natureza como um todo, já que toda espécie apresenta o seu papel na biodiversidade.

Então, além de causar prejuízo ao ecossistema, essa prática também causa prejuízo à saúde dos seres humanos.

Pois os animais silvestres são hospedeiros de doença, e a sua captura pode transmitir doenças serias para os indivíduos como a febre amarela, a toxoplasmose, a leishmaniose entre tantas outras doenças.

contrabando animais

CRUELDADE COM OS ANIMAIS

O contrabando causa um problema que é ligado diretamente ao animal; a crueldade que realizam neles.

Para que o animal possa ser transportado ele é submetido a condições e práticas desumanas, principalmente se o animal for agressivo, pois nesses casos eles são sedados assim como os papagaios para que não falem durante o transporte.

Fora o papagaio ser sedado ele é colocado dentro de um tubo de PVC no fundo das malas.

Já no contrabando das cobras elas são colocadas presas em meias e guardadas.

Se a viagem for longa o animal é transportado sem alimento algum, ou seja, não comem, não bebem e alguns morrem asfixiados devido terem sido guardados em lugares muito apertado e sem ventilação como uma mala.

Na verdade, 9 dos 10 animais que sofrem o processo de contrabando morrem antes de chegar ao seu destino.

Então, quando você tira um animal desse do seu habitat o sistema natural sente uma diferença o que acaba causado o desequilíbrio ecológico e redução da biodiversidade naquele determinado lugar.

Como principal ameaça da biodiversidade, o contrabando dos animais silvestres é a ação que provoca a extinção das espécies em um intervalo de tempo de médio a longo prazo.

Ou seja, o contrabando realizado hoje refletirá na vida dos nossos filhos e netos.

Cada espécie animal foi nascida para desempenhar uma função dentro da natureza e a sua retirada causa uma lacuna significativa.

POLÍTICAS PARA COMBATER O CONTRABANDO DE ANIMAIS

No Brasil o animal mais contrabandeado e vendido nesse mercado ilegal são as aves.

Por isso o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres tem o intuito de implementar ações que acabem com essa prática, mas para isso eles precisam trabalhar com o apoio dos agentes fiscalizadores da União, Estados e municípios.

Dentre as aves as mais apontadas para esse mercado negro são os passarinhos, papagaios, periquitos, rãs e borboletas.

O apelo a ser feito é que não comprem animais silvestres comercializados de forma ilegal, ou se olharem essa prática, denunciem.

Animais silvestres foram feitos para ser cuidados e criados pela própria natureza.

Caso queira comprar um animal, o país apresenta diversos animais domesticáveis que precisam de um lar.

Não alimente práticas ilegais, o negócio é apenas lucrativo porque as pessoas compram sem saber a consequência que um dia afetará as suas vidas.