Meu cachorro está inquieto: O que fazer?

Ter um cachorro inquieto dentro de casa pode ser bastante estressante e até mesmo um pouco preocupante – especialmente se o seu pet não tem o hábito de ser um animal muito agitado.

Mas o que fazer quando isso acontece?

Antes de tudo, primeiro passo para você poder ajudar o seu cachorro é começar a entender o que está causando esse tipo de comportamento nele.

Afinal, sem conhecer a causa, será bastante difícil entender o que pode ser feito. Continue lendo nosso artigo e finalmente tenha seu cãozinho calmo!

Meu cachorro está inquieto e estranho. O que posso fazer?

Não são somente os cachorros naturalmente agitados que ficam inquietos.

Porém, se o seu cachorro normalmente apresenta um comportamento tranquilo e, de repente, começou a ficar muito inquieto, é necessário começar a observar algumas coisas.

Isso porque o seu cachorro pode estar comunicando que tem algo de errado acontecendo com ele, que ele não tem se sentido bem por algum motivo e então você precisa descobrir o que é para poder ajuda-lo.

Além disso, se o cachorro está inquieto e isso é um comportamento anormal, pode significar muitas coisas, como estresse ou saudade de você, mas normalmente o cachorro não está se sentindo muito bem emocionalmente.

O perigo da ansiedade nos cachorros

Assim como nós, seres humanos, temos ansiedade, os cachorros também têm.

Se o seu cachorro costuma ter algum tipo de rotina, você consegue perceber isso claramente.

Por exemplo, quando ele nota que vocês vão sair de casa, ele começa a se agitar todo e ficar bastante inquieto – isso é por que ele está ansioso para sair logo e se divertir.

Esse é um tipo de ansiedade normal – assim como nós sentimos quando queremos sair logo, ou estamos em uma fila esperando para sermos atendidos.

No entanto, nem toda ansiedade é boa, e na verdade elas podem promover grandes danos emocionais para os cães.

O fato deles não se comunicarem verbalmente complica muito as coisas, pois o que resta é apenas observar o comportamento dele e tentar associar as circunstâncias ao que pode estar gerando a ansiedade.

Se o seu cachorro começou a apresentar sinais de ansiedade, ou seja, anda muito agitado e até mesmo um pouco irritado, mas não em momentos específicos, como quando você demora em leva-lo para passear ou para colocar a ração, é bom analisar começar a analisar o ambiente onde o cachorro mais passa o seu dia.

Cachorros são bastante sensíveis ao ambiente em que vivem e eles absorvem muito as nossas emoções também.

Se você mesmo anda muito agitado, estressado e nervoso, provavelmente seu cachorro vai perceber isso e ficar agoniado, aderindo a um comportamento inquieto.

cão pequeno
Chihuahua desconfiado de você! 

Circunstâncias que causam ansiedade nos cães

Circunstancias difíceis de adaptação também acabam causando estresse e ansiedade no cachorro.

É o caso de quando uma família se muda – mesmo que seja apenas de casa. O cachorro pode estranhar o novo ambiente e ficar nervoso com todo o processo de mudança.

Algo muito comum é quando o cachorro foi acostumado a dormir junto com o dono, quando ainda era pequeno, e então é privado disso.

Cachorros criam hábitos muito fortes e romper com isso de repente pode trazer bastante estresse para o animal, deixando-o irritado e inquieto.

Outro fator que pode causa problemas com as emoções do seu melhor amigo de quatro patas é ficar muito tempo sozinho. Isso pode ser bastante frustrante para ele, especialmente quando você não separa um tempo do seu dia para dar atenção e brincar.

Esses tipos de situações podem causar ansiedade no cachorro e a melhor forma de ajuda-lo é dando atenção e muito carinho, fazendo com que o cachorro se sinta acolhido e importante.

Além disso, tentar tornar o ambiente mais aconchegante e menos estressante também é um passo importante.

Afinal, como você deseja que seu cachorro seja mais tranquilo vivendo em um ambiente onde há uma circulação constante de pessoas, música alta e muita agitação?
cão brincando
Antes de tudo, dê bastante amor e atenção.

Tudo isso influencia. E para você ajudar o seu cachorro é importante analisar o que pode estar causando estresse e ansiedade nele.

Mas não é somente isso. Ainda existem outros fatores que podem interferir no comportamento padrão do seu cachorro e deixa-lo inquieto, impaciente e agitado.

O perigo do tédio

Cachorros também se sentem entediados e talvez até mais do que os humanos. Isso porque eles normalmente são animais mais brincalhões, que gostam de se movimentar e gostam de receber muita atenção.

Mas quando não tem nada estimulando ele, o tédio acaba causando muito mal estar. Seu cachorro pode começar a se sentir triste, sozinho e abandonado.

Pode parecer besteira, mas isso pode evoluir até mesmo para um quadro de depressão do animal e, depois, acaba sendo bem mais difícil conseguir ajuda-lo a superar esses traumas emocionais e voltar a ser o mesmo cachorro alegre de antes.

Cachorro inquieto pode estar doente?

Quando nosso cachorro começa a apresentar comportamentos diferentes, normalmente o nosso medo é justamente esse, que ele possa estar doente.

E realmente isso é um sinal claro de que algo não está bem com seu cachorro – especialmente se ele apresenta comportamentos inquietos muito diferentes do normal, como:

  • Ficar mais agressivo, latindo, rosnando ou ameaçando morder as pessoas que convivem próximas com ele;
  • Ficar agoniado, andando muito pela casa como se estivesse constantemente procurando por algo;
  • Ficar rodando em círculos constantemente ou então andando sem rumo pela casa;
  • Ficar se lambendo ou se coçando demais, alguns cães até mesmo ficam se mordendo;
  • Ter tremedeiras;
  • Falta de equilíbrio;
  • Ficar movimentando constantemente os olhos quando não há estímulos para isso.

Todos esses sinais são bastante preocupantes, especialmente se seu cachorro tem apresentando mais de um deles ao mesmo tempo.

Por isso é necessário observar muito de perto qual é o tipo de comportamento inquieto que o seu cachorro tem apresentado – afinal, eles não sabem se comunicar verbalmente e não podem dizer se estão inquietos por que querem brincar mais ou por que estão sentindo algo estranho em seus corpos.

Logo, se seu cachorro começar a apresentar sinais preocupantes como esses listados, é essencial leva-lo para o médico veterinário e apresentar o máximo possível de todos os detalhes que você tem observado de estranho no seu cachorro, assim ele poderá analisar a situação de uma forma mais completa.

Mas cuidado!

Não precisa começar a se desesperar apenas por que seu cachorro ainda mais agitado – vá ao veterinário apenas para ter certeza de que está tudo bem com seu cachorro e não precisa ter maiores preocupações.

Em alguns casos mais extremos o veterinário pode até passar remédios para seu cãozinho se acalmar.

A raça do cachorro

Existem raças de cachorros que são naturalmente mais agitadas. Algumas pessoas pensam que apenas cachorros grandes, como Labradores, Dálmatas ou o Golden Retriever, são cheios de energia.

Porém existem muitos cães de pequeno porte que são muito brincalhões e não param quietos, esses são os casos das raças Beagle e Terriers.

Entender as características da raça é o primeiro passo para entender por que seu cachorro está inquieto. Pois, cada raça tem um comportamento padrão em comum.

O Labrador é um cachorro que esbanja alegria e, portanto, são super agitados. Eles gostam de correr muito e chamar a atenção do seu dono. Já os cães terries tem um espirito mais de caçadores e eles adoram brincar de perseguição.

Tem cães que amam brincar muito, praticar, atividades físicas, que tem muita energia para gastar constantemente. Assim também como existem cachorros que são muito mais quietos e tranquilos.

Portanto, quando seu cachorro está inquieto, é necessário entender se isso faz parte do comportamento padrão dele ou não.

Se fizer parte do comportamento normal da raça, você ainda pode ajuda-lo a gastar essa energia toda de uma forma saudável, para que ele não fique inquieto dentro de casa e se sentindo desconfortável.

Mas se o seu cachorro geralmente é quieto e tem menos energia, mas você tem percebido que ele anda muito inquieto e meio agitado, é necessário prestar atenção em mais algumas coisas.

Ao longo desse artigo você entenderá o que pode ser feito em ambos os casos, para ajudar um cachorro que está inquieto.

O que fazer quando o cachorro é cheio de energia

A melhor forma de lidar com um cachorro que é muito cheio de energia e, portanto, fica constantemente agitado dentro de casa é começando a educar o cachorro dentro de algumas rotinas.

Brincadeiras e atividades que ajudam

Você precisa ter consciência de que o seu cachorro precisa gastar toda essa energia. Ou seja, você precisa promover atividades que permitam que seu cachorro fique empolgado. Brincadeiras, passeios e esportes são um bom começo.

Portanto, sempre separe uma parte do seu dia para conseguir dar bastante atenção para seu melhor amigo. Esses cachorros mais agitados gostam muito de brincadeiras ao ar livre, onde eles têm mais liberdade para correr e gastar suas energias.

Porém, mesmo quando você não conseguir ter tempo para leva-lo para um parque ou até mesmo caminhar/correr com ele pelo quarteirão, separe um tempo para brincar dentro de casa.

cachorro com corda
Importante gastar a energia do seu melhor amigo!

Outra opção para quando você não estiver com tempo – ou para quem passa muito tempo fora de casa e não pode dar tanta atenção assim ao cachorro – é comprar brinquedos inteligentes, que instigam a curiosidade do cachorro, como este mastigante.

Esses brinquedos normalmente envolvem uma recompensa, que normalmente é um pouco de ração ou algum alimento que seu cachorro goste bastante.

Eles fazem o cachorro ficar concentrado para descobrir como abrir a recompensa.

É uma excelente forma de manter seu cachorro que está inquieto a se concentrar em algo por um curto período de tempo. Além disso, ajuda o cachorro a se manter concentrado em uma única brincadeira – criando um excelente hábito para o animal.

Educando um cachorro agitado

Porém, como já é natural para cachorro agitado querer sempre brincar, correr e explorar, é importante também que você o eduque – sempre reforçando bons comportamentos e não incentivando os comportamentos problema, que normalmente acontece quando o cão tenta chamar sua atenção.

Uma forma de recompensar um bom comportamento é dando ração ou até mesmo dando atenção para o cachorro – que é o que ele deseja ao se comportar daquela forma.

Além disso, é interessante tentar manter uma rotina diária.

Por exemplo, se quando você chega em casa todos os dias, seu cachorro está muito inquieto, tente estabelecer uma rotina de acalmá-lo e então, quando você puder separar um tempo, brincar com ele ou leva-lo para passear durante determinado tempo.

Por fim, se você tem enfrentando muitos problemas com o comportamento agitado do seu cachorro, talvez seja interessante pedir a ajuda de um especialista.

Existem muitos profissionais que trabalham ajudando tutores a educarem o seu cachorro – eles podem ensinar ferramentas e estratégias eficazes de lidar especificamente com seu cachorro.

Vale a pena ressaltar que ficar inquieto e agitado não é um comportamento satisfatório para o cachorro também. Afinal, o que ele quer mesmo é conseguir gastar toda a energia dele fazendo as coisas que ele mais gosta. Ou seja, ele não está fazendo isso por implicância.

Portanto, não se irrite com seu cão apenas por ele estar sendo quem ele é – isso pode gerar ansiedade, medo e frustração, o que poderá piorar ainda mais essa situação que já é desconfortável tanto para você, quanto para ele.

Veja também esse vídeo sobre o assunto:

Outro tipo de ajuda profissional

Por fim, se seu cachorro anda muito estressado, inquieto e agitado e você não sabe muito bem como ajuda-lo a superar isso ou não tem tempo para educa-lo, vale a pena procurar a ajuda profissional de pessoas que trabalham treinando cachorros.

Se você não tem tempo para ficar passeando com seu cachorro diariamente, talvez valha a pena também contratar o serviço de um dog walker.

Existem muitas pessoas que trabalham com isso e oferecem até mesmo serviços de passeios educativos, onde o cachorro tem um momento de lazer e diversão, mas também é ensino a se comportar adequadamente, de forma mais obediente e tranquila.

Esses profissionalmente normalmente têm técnicas e aplicam ferramentas bastante eficazes para ensinar os cães e isso pode ajudar muito você que você não faz a menor ideia de como pode ajudar seu cão a se comportar melhor.

E aí? O que você faz quando seu cachorro está inquieto? Sabe de algum truque que ajuda? Ou passou por alguma situação preocupante com relação ao seu cachorro? Compartilhe aqui nos comentários!

Aproveite e divulgue esse conteúdo para amigos e familiares que também amam seus pets. Quem sabe não ajuda mais pessoas que estão passando por esse mesmo problema que você!

You might also like

Leave A Reply

Your email address will not be published.