Um guia completo sobre o Golden Retriever

tudo sobre o golden
Dentro do mundo dos cachorros de estimação, o Golden Retriever é uma raça que atrai muitas pessoas, tanto por seu temperamento amável quanto pela sua grande inteligência e capacidade de interação. Quer saber tudo sobre esta raça? Leia nosso artigo completo!

Não é a toa que o Golden já é famoso até nas telinhas, estreando em filmes como: ET, o Extraterrestre (1982), Bud, O Cão Amigo (1997), Amigos de Ouro (2005) e o adorado Marley e Eu (2008).

Pensando nisso, trouxemos para você um guia completo que fala tudo sobre o Golden Retriever. Está pronto?

História

O Golden Retriever é uma raça ligeiramente nova se comparada com as demais. Surgiu por volta dos anos 1800 na Escócia.

Quando a raça foi desenvolvida, o objetivo era um cão talentoso, com excelente faro e que fosse uma ótima companhia para o ser humano, tendo o temperamento mais manso quando estivesse em casa.

E, de fato, eles conseguiram!

Características físicas

A raça Golden se apresenta na cor dourada, variando do dourado claro até o mais escuro, com pelo médio e liso (alguns pelos retos e outros ondulados).

A sua pelagem costuma ser do tipo capa dupla: o revestimento extenso é denso e impermeável e a camada inferior é macia e espessa.

Esses cachorros são considerados de porte grande, sendo ideais para casas espaçosas e com quintais, não se adaptando bem em ambientes pequenos como apartamentos.

Os machos podem chegar aos 70 cm e pesar até 35 quilos, enquanto que as fêmeas são um pouco menores, apresentando cerca de 65 cm e pesando até 30 quilos.

Os Goldens tem queda de pelo moderada no decorrer do ano, mas durante o verão e o inverno, prepare-se para ver pelos por toda a casa – fator que pode ser amenizado com escovações frequentes.

raça golden

Temperamento do Golden

Com expectativa de vida de dez a doze anos, os Golden são excelentes companheiros para a família, sendo muito sociáveis, amáveis, gentis e leais.

Se dão muito bem com crianças e inclusive com outros animais. Por serem tão adorados e recíprocos, são indicados como cães para terapia, auxiliando no processo de recuperação e motivação emocional de vários pacientes com enfermidades sérias.

É uma raça bastante inteligente (uma das mais inteligentes do mundo), que se destaca também como cão para serviços de busca e resgate de narcóticos e bombas e cão guia.

Apesar de serem calmos e fáceis de se controlar, são bastante enérgicos e adoram brincar, precisando de bastante estímulo para deixá-los satisfeitos. Adoram brincar com a água e nadar.

Devido a essa característica enérgica, podem se desenvolver como excelentes atletas, estando incluso no grupo de cachorros Esportistas. Eles possuem a necessidade de pelo menos quarenta minutos de atividades físicas diariamente.

Os Goldens demoram para amadurecer, podendo apresentar sinais e comportamento de filhote até os três anos de idade, inclusive com as mordidinhas indesejáveis nos objetos da casa. Por este motivo, é importante ensinar desde cedo o cachorro a não morder ou optar por programas de adestramento precoce.

Adaptação

A raça é bastante adaptável a maioria das situações, sobretudo quando o assunto é sociabilidade.

Mas apresenta intolerância para algumas situações, como: não vive muito bem em apartamentos (demandam espaço para seu gasto energético, além de ser um cachorro de grande porte) e não tolerarem ficar sozinhos, precisando sempre de companhia (não passam mais que sete horas longe de pessoas conhecidas e sob atenção).

Sociabilidade

No quesito sociabilidade, como você já deve ter notado, não há reclamações. São ideais para crianças, para famílias que possuem outros animais e sendo até mesmo carinhosos com estranhos.

Por este motivo, apesar de serem grandes, não são cogitados como cães de guarda para segurança da casa.

Costumam ser tão leais e apegados que não passam muitas horas longe da família ou sozinhos, apresentando sintomas depressivos.

golden retriever

Saúde e higiene

Os Golden Retrievers tem muita propensão para queda de pelo, sobretudo nas estações do verão e inverno.

Costumam ser muito babões, o que acaba sendo até engraçado na maioria das vezes.

A propensão para o ganho de peso também costuma ser grande, por isso, devem estar constantemente em atividade física e com uma alimentação mais equilibrada.

Apesar de apresentarem uma saúde forte, são suscetíveis a alguns tipos de doenças, como:

  • Problemas oculares: são predispostos a desenvolver catarata (manchas turvas nos olhos que podem crescer no decorrer do tempo) e atrofia progressiva da retina;
  • Obesidade: além da obesidade, podem gerar agravantes do quadro e desenvolver até diabetes, tendo uma enorme tendência para o sobrepeso e excesso de gordura corporal;
  • Displasia da anca: é um deformidade genética da anca que se expande quando o osso da coxa não se encaixa na anca;
  • Doenças cardíacas: a estenosa subaórtica é uma das mais comuns, podendo levar até ao óbito;
  • Câncer: têm predisposição para desenvolver vários tipos de câncer, principalmente o tumor ósseo;
  • Alergias: costumam apresentar alergias às mais diversas substancias, desde polén de plantas até alimentos;
  • Epilepsia: é uma doença que se caracteriza por convulsões periódicas devido a problemas cerebrais;
  • Problemas de coagulação: a doença de Von Willebrand se caracteriza por uma interferência na capacidade de coagular o sangue, interferindo em processos de cicatrização;
  • Torção do estômago: pode ser comum em qualquer animal de grande porte;
  • Osteocondrose Dissecante (OCD): pode endurecer a articulação do animal, o impossibilitando de se mover.

Físico

Como são muito enérgicos, estão em constante necessidade de praticar exercícios físicos, mas não sendo de alta intensidade.

Possuem bastante energia e adoram uma brincadeira, sendo ideais para conviver com crianças e até mesmo bebês.

Aulas de Agility costumam ser muito eficazes para a saúde física e mental do animal.

Adestramento

Como você já viu, os Goldens são excelentes no quesito adestramento e inteligência, funcionando até mesmo como cães farejadores de narcóticos.

São ótimos em aprender e servir, fazem de tudo para agradar seus donos.

É preciso bastante sutileza para lidar com eles, pois são tão emocionalmente sensíveis que não respondem a disciplinas severas e tons grossos.

Eles não costumam ser muito exploradores, mas têm tendências para caçar e latir.

Cuidados necessários

É preciso ter alguns cuidados com esses animaizinhos:

Primeiro, para diminuir a queda de pelos pela casa, recomenda-se a escovação pelo menos uma vez por semana. Em épocas como verão e inverno, com intensificação do problema de queda, deve ser realizada duas vezes por semana.

Os banhos devem ser dados pelo menos uma vez no mês, mas nada impede que você realize mais vezes, o deixando bem cheiroso e com o pelo macio.

Nunca o alimente em excesso, mesmo que ele “solicite” com seu apetite voraz. A tendência ao sobre peso e obesidade é muito séria nesta raça, além disso, a obesidade pode levar a perigos nas articulações e problemas no coração.

Sempre que ele adoecer, aguarde no mínimo dois dias de recuperação antes de colocá-lo em contato com outros cachorros e pessoas.

A raça não tolera muito bem variações bruscas de frio e calor, por isso, evite passear fora de casa durante climas muito bruscos e opte por atividades que fujam dessas condições climáticas.

Nunca alimente seu Golden antes de passear de carro, isso pode causar sérias desordens intestinais.

cachorro

Alimentação

Por ser uma raça de grande porte e bastante ativa, apresentam um apetite bem grande.

Para garantir uma saúde adequada e evitar o sobre peso, é necessário que ele tenha um alimentação bem regulada da maneira adequada, pois a raça tem tendência a obesidade.

Alguns nutrientes básicos devem conter na alimentação dos Golden, seja ela de ração comercial seca ou úmida ou alimentação natural: gorduras, proteínas, vitaminas, carboidratos e substâncias minerais.

Os níveis de proteínas variam de 18 a 21% em adultos e de 22 a 25% em filhotes. Já os níveis de gordura, apesar de necessários, tendem a ser bem menores, correspondendo a 5% em adultos e 8% em filhotes e fêmeas prenhas. Os carboidratos podem ser dispensados, mas não fazem mal ao sistema digestório do animal.

Para Goldens ativos fisicamente, o recomendado é a ingestão de uma dieta com esses nutrientes contendo 1700 calorias. Já para os sedentários, o recomendado é até 1200 calorias.

Agora que você conferiu os 10 tópicos importantes para entender tudo sobre o Golden Retriever, que tal ver a lista de prós e contras dessa raça?

 Prós: 

  • Podem ser mais carinhosos do que humanos;
  • Não são nada ansiosos;
  • São muito bem humorados;
  • Não latem muito;
  • É um animal divertido para brincar;
  • Adaptam-se bem a outros pets.

 Contras: 

  • Precisam de bastante espaço para gastarem toda a sua energia;
  • Necessitam de cuidados com a alimentação;
  • Soltam bastante pelo pela casa;
  • Tem tendência a obesidade;
  • Precisam de muita atividade, pelo menos 40 minutos de exercícios físicos diariamente;
  • Não ficam muitas horas sozinho, podendo ficar depressivos;
  • São bastante sensíveis emocionalmente;
  • São propensos a ter diferentes tipos de doenças.

7 Curiosidades sobre o golden retriever

Você sabia que…

  1. A maior ameaça para a saúde da raça é o desenvolvimento de câncer? Cerca de 61% dos Goldens morrem apresentando alguma forma da doença, segundo estudos americanos.
  2. Eles se adaptam tão bem ao adestramento que já estrelaram mais de 10 filmes diferentes no cinema?
  3. Os Goldens são tão dóceis e adaptáveis que cuidam de outros animais, inclusive gatos?
  4. Eles não podem ficar sozinhos mais que sete horas? Por serem tão amáveis, adoram uma companhia e podem ficar até depressivos quando estão “abandonados”.
  5. A raça já foi considerada símbolo de status social em Istambul, na Turquia?
  6. Existem três tipos de Goldens: o inglês, o canadense e o americano?
  7. Um casal de Goldens já chegou ao Guinness Book com o latido mais alto do mundo?

Alice Cunha

Alice Cunha-Neves
Bióloga por formação e Escritora por paixão, Alice viaja o mundo desde 2013 conhecendo as partes mais exóticas do nosso planeta! É apaixonada pelas belezas da vida e pelas interações da natureza. Você pode seguir ela no seu instagram @alivilife
Alice Cunha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *