Animais Peçonhentos: Guia completo (NOVO)

escorpião peçonhento

É comum que a maioria das pessoas tenha um certo tipo de nojo em relação aos animais peçonhentos, até por que alguns podem ser considerados bastante perigosos.

Encontrados tanto no meio rural quanto no urbano, eles são perigosos pois, em seu organismo, devido algum mecanismo que possuem para caça ou para sua própria defesa, faz com que produzam em seu corpo uma substância tóxica que pode ser expelida por ferrões, dentes, aguilhão e etc.

Não há como saber quando eles vão atacar, já que agem por um instinto de sobrevivência.

Basta que pensem que vão ser atacados para contra-atacar.

A ideia, portanto, é sempre a mesma, soltar o veneno na presa para imobiliza-la e em seguida, escapar.

Porém, é importante diferencia-los daqueles animais que são somente venosos. Os animais venenos como sapo ou borboleta, só emitem seu veneno com o auxílio da interferência do predador.

Por exemplo; o sapo, mantem em sua pele o veneno que só é expelido após contato direto com ele. Por isso, se uma cobrar tentar engolir um sapo, sentirá uma irritação na mucosa bucal em decorrência do veneno que foi liberado.

Então, os animais apenas venenosos são mais calmos, já os peçonhentos agem ativamente.

Desse modo, é importante que você os conheça para saber quais são suas peculiaridades, características e como deve se portar mediante alguns acidentes causados por um deles.

Por isso, para saber essas informações sobre alguns desses animais, continue conosco.

cobra peçonhenta

ESPECIES DE ANIMAIS PEÇONHENTOS

As espécies mais comuns de animais peçonhentos são;

  • Surucucu: Como essa espécie vive em locais florestais, os relatos de acidentes são bem menores, mas quando ocorrem causam ao local mordido uma dor intensa, diarreia, hemorragia e alteração dos batimentos cardíacos.
  • Aranha-marrom: Essa arranha pica a presa, mas as dores só começam a aparecer horas depois. A dor é bem parecida com uma queimadura de cigarro, de acordo com relatos das vítimas.

animais peçonhentos

Trazendo ao local um inchaço e uma difícil cicatrização. Esses acidentes são comuns no Estado do Paraná.

  • Coral verdadeira: Apesar de um dos acidentes mais raros causados por animais peçonhentos, o veneno da cobra coral é o mais potente país. Ao ser picado por essa cobra a pessoa tem insuficiência respiratória e em seguida, pode vir a morrer.
  • Escorpião-amarelo: os acidentes mais graves são provocados por esses pequenos animais, que parecem até inofensivos.

Se a vítima da picada do escorpião-amarelo for uma criança, e possuir menos de 7 anos, a chance de sobrevivência é mínima.

A sua picada traz ao local uma dor intensa, fazendo com que o indivíduo comece a soar muito, em seguida vem os tremores, as náuseas, convulsões, vômitos, alterações cardíacas e insuficiência respiratória.

  • Cascavel: Ao ser picado por uma cascavel a pessoa tem insuficiência renal aguda, dificuldade de abrir os olhos, visão turva ou duplicada, dores por todo o corpo e começa a fazer xixi na cor vermelha. Apesar de não ser tão frequente também, essa é uma cobra muito perigosa.

 

  • Marimbondos e abelhas: esses dois animais distribuem seus venenos através dos ferrões que possuem. E muitas vezes, os acidentes com esses pequenos podem ocorrer por mera desatenção do indivíduo que, por exemplo, pode colocar o pé no sapato sem olhar para onde está pisando.

ACIDENTES CAUSADOS POR ESSES ANIMAIS E SUAS PRECAUÇÕES

aranha venenosa

São consideradas pela organização mundial da saúde como doenças tropicais negligenciadas, os acidentes causados por animais peçonhentos.

E são mais comuns de ocorrer em lugares onde a população apresenta um ambiente precário e com pouca higiene.

Claro que, eles mesmo assim ainda apresentam índices nas áreas urbanas. Principalmente se era área urbana for vítima de infestações ou perto de alguma área verde.

Por ser muito propício, principalmente pelo país em que moramos é necessário saber quais medidas tomar após a ocorrência de acidente com esses animais.

Primeiro de tudo, aguardar assistência de alguém devidamente capacitado.

Como se trata de um veneno exposto a pessoa, qualquer erro ou procedimento indevido pode agravar a situação.

Em segundo lugar, jamais aplique medicamentos na área que contaminada nem tente retirar o veneno.

Outro ponto a ser analisado é a rapidez na hora do atendimento.

Quanto maior a demora, menos chances de sobrevivência ou de sequelas a vítima fica.

E por último, é necessário que o indivíduo identifique o animal que o atacou, pois só assim se saberá qual o soro específico para aquele paciente.

animais venenosos

Já para as precauções, é necessário seguir alguns pontos para que os animais peçonhentos fiquem o mais longe possível da sua residência, por isso, é imprescindível;

  1. Manter sua casa sempre limpa, pois a sujeita atrai insetos como aranhas, escorpiões e etc.
  2. Não ter contato descalço com um ambiente verde desconhecido, já que você nunca saberá onde está pisando.
  3. Se sua residência possuir um jardim, deixe sempre a grama baixa, para evitar que animais se alojem nela.
  4. Dedetize frequentemente o seu apartamento/casa.
  5. Esteja sempre protegido com repelente, principalmente se for criança.

Qualquer dúvida, sobre animais peçonhentos, é só nos mandar sua pergunta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *