Peixe Linguado

Linguado é um peixe pertencente a várias famílias.

Os grupos têm distribuição natural alargada, ocorrendo tipicamente em habitats de fundos arenosos e lodosos de todos os oceanos e mares.

Algumas espécies penetram em estuários, podendo viver em águas de baixa salinidade.

O nome comum linguado é na língua portuguesa bastante impreciso e sujeito a grandes variações regionais, incluindo frequentemente, entre outras, as espécies que são também conhecidas por solha e areeiro.

Habitat

É possível encontrar o peixe linguado em todo litoral brasileiro, em cascalho, areia, lajes pequenas, e afins.

Eles costumam ficar sempre em locais mais fundos, principalmente quando a temperatura abaixa.

Apesar da maioria ser de água salgada, vale dizer que também existe o linguado de água doce.

Descrição

As principais características mais distintivas do peixe linguado é o corpo oval e achatado e a presença de cabeça assimétrica.

A maioria das espécies que remetem ao linguado cresce entre 12 e 60cm facilmente.

Sua largura máxima, geralmente, se estende em até metade do seu comprimento e seu peso varia entre 2 a 4kg quando adultos.

Coloração

A cor de seu corpo é, em geral, castanho escuro na parte superior e em tons esbranquiçados na inferior.

O peixe linguado costuma se proteger dos predadores apresentando manchas mais escuras na face superior que limitam o fundo dos locais onde vivem.

Ao se tornarem adultos, os peixes linguados mudam de hábitos e passam a viver camuflados como forma de proteção contra os predadores.

 

linguado

Do que os peixes linguados se alimentam?

O peixe linguado se alimenta de larvas de peixes, crustáceos, moluscos e outros pequenos animais, incluindo anfípodes e isópodes., capturados no fundo das águas, caçando as suas presas emboscando-se por mimetismo sobre o fundo e aguardando em perfeita imobilidade até que estas se aproximem.

Áreas de caça

As áreas de caça preferidas são aquelas em que o substrato é solto, permitindo o semi enterramento do linguado, tornando-o assim virtualmente invisível.

Por essa razão são mais frequentes em áreas lodosas próximas de obstáculos que promovam a acumulação de depósitos de partículas, como rochedos, recifes, molhes, pilares de pontes e outras estruturas.

Reprodução do peixe linguado

A época de reprodução do peixe linguado varia muito, mas pode acontecer entre maio e agosto, geralmente; os ovos são pelágicos e flutuantes e as larvas são como as dos outros peixes, com orientação vertical e um olho de cada lado da cabeça.

As várias espécies de peixe linguado e onde se encontram

Atlântico Ocidental

Pseudopleuronectes americanus — costa atlântica da América do Norte;

Este é um peixe das águas do Atlântico Ocidental, que habita o fundo arenoso ou lamacento entre Terra Nova, Canadá e Geórgia, EUA.

Os adultos preferem temperaturas da água de 12 a 15 ° C; eles vivem na costa no outono e no inverno, em águas relativamente rasas na primavera ou no início do verão, então muitas vezes migram para o exterior.

Ao contrário dos ovos de outras espécies de solha na mesma área, os ovos deste peixe linguado ficam no fundo, geralmente em ramos. Eu tamanho varia, mas pode crescer até 58cm e viver até 15 anos.

Paralichthys lethostigma — costa atlântica da América do Norte;

Esta é uma espécie de solha de dente grande nativa das costas do Leste e do golfo dos Estados Unidos.

A sua gama é a Carolina do Norte até a Península de Yucatán. É uma “solha de olhos curtos”, o que significa que o lado esquerdo é pigmentado e é o “lado para cima”.

A cor do corpo é marrom com manchas e manchas difusas, não fechadas.

Paralichthys dentatus — costa atlântica da América do Norte

É um peixe encontrado no Oceano Atlântico fora da Costa Leste dos Estados Unidos e do Canadá.

É especialmente abundante nas águas da Carolina do Norte para Massachusetts.

Essa espécie tem uma faixa no Atlântico Ocidental da Nova Scotia para a Flórida, possivelmente mais ao sul, onde a solha do verão pode misturar e confundir-se com seu parente próximo do linguado do sul (Paralichthys lethostigma).

Paralichthys albigutta — Golfo do México

É um peixe achatado que nada do seu próprio lado. Seus dois olhos olham para cima quando nadam.

Eles têm dentes afiados, dois olhos de um lado e têm um lado branco. Paralichthys albigutta está amplamente distribuído no Atlântico Norte ocidental.

Os adultos são encontrados em uma variedade de habitats, mas geralmente preferem fundos rígidos e arenosos.

Os mais jovens se instalam em ervas marinhas de alta salinidade. A longevidade é de 7 a 10 anos e as fêmeas atingem a maturidade entre 1-2 anos.

Paralichthys tropicus — Mar do Caribe

É amplamente distribuído e parece ser mais abundante na Venezuela, onde é considerado um alimento muito apreciado.

Encontra-se sobre substratos arenosos e lamacentos entre 0-183 m de profundidade. Esta espécie atinge um tamanho máximo de 57 cm, mas é mais comumente inferior a 30 cm.

Paralichthys brasiliensis — costa atlântica da América do Sul;
Paralichthys orbignyanus — costa atlântica da América do Sul;
Paralichthys patagonicus — costa atlântica da América do Sul;

Costa atlântica europeia

Platichthys flesus — linguado-comum

É o único peixe plano que migra para água doce sem qualquer problema. Eles foram encontrados no Reno por Basileia Suíça.

A preferência é viver em águas salobras. É muito difícil ver esta solha, pois eles provavelmente estarão bem camuflados.

Os olhos deste peixe plano geralmente estão no lado direito, mas às vezes estão à esquerda.

peixe linguado

Curiosidades

Os machos do gênero Platichthys são conhecidos por se deslocarem a grandes distâncias, tendo sido capturados a mais de 80 milhas náuticas de distância da costa da Sardenha, por vezes com o corpo fortemente incrustado por várias espécies de cracas.

As espécies de linguado capturadas comercialmente encontram-se ameaçadas, tendo as populações mundiais de solha e linguado sido estimadas em 2003 como tendo cerca de 10% dos efetivos pré-industriais, num decréscimo atribuído à sobre pesca.

Platichthys flesus

A organização Seafood Watch colocou o linguado do Atlântico (Platichthys flesus) entre as espécies incluídas. Na sua lista das espécies que os consumidores preocupados com a sustentabilidade dos recursos marinhos devem evitar consumir.

Leia também sobre calmantes para cachorros.

Aprenda sobre barbeiros e doença de Chagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *