Como cuidar da azaleia: plantar, fazer mudas e tratar pragas

As azaleias são plantas lindas e fáceis de cuidar, mas é importante saber algumas coisas para ter certeza que ela vai se desenvolver bem. Aqui vão algumas dicas de como cuidar da sua azaleia.

Plantio da azaleia

A azaleia gosta de lugares ensolarados ou meia-sombra, então escolha um local bem iluminado para plantá-la. O ideal é que o solo seja rico em matéria orgânica e bem drenado, pois a azaleia não gosta de solo encharcado. Depois de escolher o local, faça um buraco duas vezes o tamanho do vaso da azaleia e Coloque a planta no buraco. Prenda a planta com uma corda para que ela não caia e cubra com terra fofa, compactando a terra ao redor da base da planta. Depois disso, regue bem a azaleia.

Fazer mudas de azaleia

Para fazer uma muda da sua azaleia, você precisará de um pouco de paciência. Escolha uma ramificação saudável e corte-a logo abaixo do nó (onde as folhas estão presas à haste). Retire as folhas do bottom half da ramificação e envolva-a em papel toalha umedecido. Coloque a ramificação em um saco plástico transparente e mantenha-o em local fresco e arejado até que apareçam raízes (isso pode levar algumas semanas). Uma vez que as raízes estiverem crescendo, transplantei a muda para um vaso pequeno com terra fofa e água regularmente.

Pragas na azaleia

As pragas mais comuns que afetam as azaleias são os besouros japoneses e as árvores formigueras. Os besouros japoneses costumam atacar as flores, causando manchas nas pétalas. As formiguerias vivem nas raízes das árvores e podem causar problemas no crescimento das plantas. Se você suspeitar que sua azaleia esteja sendo atacada por pragas, leve-a a um jardineiro especialista para tratamento.

Nome científico Rhododendron simsii Planch.
Família Ericaceae
Origem Ásia
Clima Temperado
Solo Ácido, bem drenado



Como cuidar da azaleia: plantar, fazer mudas e tratar pragas

1. Plantar azaleias: cuidados e dicas para ter sucesso

Azaleias são árvores ou arbustos ornamentais pertencentes à família das rhododendron, podendo alcançar até 6 metros de altura. São plantas muito apreciadas por serem fáceis de cultivar e por sua beleza, que proporcionam flores em diversas cores, como rosa, vermelho, amarelo e branco.

Para plantar azaleias, é importante escolher um local ensolarado ou semi-sombreado, pois a planta precisa de bastante luz para florescer. O ideal é que a azaleia seja cultivada em solo ácido, enriquecido com matéria orgânica e bem drenado.

Algumas espécies de azaleia são mais susceptíveis a doenças e pragas do que outras, por isso é importante fazer a escolha da planta ideal para o seu jardim. Consulte um especialista para escolher a espécie ideal para as condições do seu jardim.

2. Como fazer mudas de azaleia e multiplicar a planta

As azaleias podem ser multiplicadas por meio de estaquia, que consiste na retirada de um ramo da planta madura com cerca de 10 cm de comprimento. Para fazer uma estaquia, utilize uma tesoura afiada e sanitizada para não infectar a planta.

Após retirar o ramo da planta, remova todas as folhas do mesmo, exceto as que estão na ponta. Em seguida, faça um corte oblíquo na base do ramo e insira-o em uma panela com areia úmida. Mantenha a panela em local iluminado, mas sem exposição direta ao sol.

Quando as raízes começarem a surgir, transplante o ramo para um vaso com solo enriquecido com matéria orgânica e regue regularmente. Após o transplante, é importante cuidar da planta para que ela possa se adaptar à nova situação.

3. Cuidados com a azaleia: rega, poda e adubação

A azaleia precisa de bastante água para se manter saudável, por isso é importante regar a planta regularmente, principalmente no verão. No entanto, é importante evitar encharcar o solo, pois isso pode causar doenças na planta. A rega deve ser feita somente quando o solo estiver seco.

A poda da azaleia também é importante para mantê-la bonita e saudável. A poda deve ser feita logo após a floração, pois assim você consegue controlar o tamanho da planta e estimular a produção de novas flores. Para realizar a poda da azaleia, utilize tesouras afiadas e sanitizadas para não infectar a planta.

Além da rega e da poda, a adubação também é essencial para manter a azaleia sadia e bonita. O ideal é adubar a planta duas vezes ao ano: uma vez no início da primavera e outra no final do verão. A azaleia pode ser adubada com um fertilizante específico para plantas acidófilas ou com composto orgânico bem decomposto. Consulte um especialista para escolher o melhor fertilizante para a sua planta.

4. Doenças da azaleia: sintomas e tratamentos

As azaleias são susceptíveis a diversas doenças, principalmente quando não são cultivadas em condições ideais. Um dos principais problemas é o mildiú virescens, que causa manchas amareladas nas folhas da planta e pode levar à defoliação (perda das folhas). Outra doença comum é o oídio, que provoca manchas brancas nas folhas e também pode levar à defoliação.

Para tratar as doenças das azaleias, é importante identificar os sintomas logo no início e consultar um especialista para saber qual o melhor tratamento. Algumas doenças podem ser tratadas com fungicidas específicos, enquanto outras requerem outros tipos de tratamentos, como alterações no solo ou na irrigação. Portanto, é importante procurar um especialista para tratar as doenças das suas azaleias.

5



Como cuidar da azaleia: plantar, fazer mudas e tratar pragas

Como transplantar uma azaleia:

Eu sei, eu sei. Você vê uma azaleia na floricultura e ela parece tão perfeita, tão fofa, que você simplesmente tem que levá-la para casa. E então, três semanas depois, quando a azaleia começa a murchar e as folhas ficam amarelas, você se pergunta: “O que eu fiz de errado?”

Bom, é provável que você não tenha feito nada de errado. A azaleia é uma planta difícil de cultivar e requer cuidados especiais. Mas não se desespere! Com um pouco de conhecimento e dedicação, você pode ter sucesso no cultivo da azaleia.

Passo 1: Escolha o local certo para transplantar sua azaleia

A azaleia precisa de sol ou sombra parcial e de um solo ácido. Se o seu jardim não tem essas características, então você pode transplantar a azaleia para um vaso. Escolha um vaso com pelo menos 30 cm de diâmetro e forre-o com uma camada de 2 a 3 cm de musgo sphagnum.

Passo 2: Prepare o solo para o transplante

Antes de transplantar sua azaleia, certifique-se de que o solo onde ela vai ficar está bem drenado. Se o solo não estiver bem drenado, a planta pode morrer devido às raízes encharcadas. Para testar o drenamento do solo, encha um balde com água e espere 24 horas. Depois disso, verifique se há água acumulada no fundo do balde.

Passo 3: Transplante sua azaleia com cuidado

Agora é hora do transplante propriamente dito. Use uma pá para remover a planta da panela antiga e colocá-la na nova panela. Certifique-se de que a raiz da planta está bem coberta pelo musgo sphagnum. Depois disso, regue a planta abundantemente.

Dúvida dos Leitores

1. Como saber se minha azaleia está com sintomas de falta de água?

Normalmente, as azaleias começam a ficar amareladas e/ou marrom escuras nas extremidades das folhas quando estão precisando de água. Outro sinal é quando as folhas ficam enroladas e/ou murchas. Se você perceber qualquer um desses sintomas, é hora de dar uma regada na sua azaleia.

2. Como saber se minha azaleia está com sintomas de excesso de água?

Se as folhas da sua azaleia estão ficando verdes escuras e/ou murchas, é um sinal de que ela está recebendo muita água. Outro sinal é quando as raízes começam a apodrecer. Se você perceber qualquer um desses sintomas, é hora de reduzir a quantidade de água que está dando à sua azaleia.

3. Como saber se minha azaleia está com sintomas de deficiência nutricional?

As deficiências nutricionais geralmente causam clorose (amarelecimento) nas folhas da azaleia. Se você perceber esse problema, é hora de fertilizar a planta.

4. Quais pragas costumam atacar as azaleias?

As principais pragas que costumam atacar as azaleias são os pulgões, tripés e ácaros. Se você perceber alguma dessas pragas na sua planta, é importante tratá-la imediatamente para evitar que o problema piore.



Como cuidar da azaleia: plantar, fazer mudas e tratar pragas

Plantas de sol ou sombra para decorar sua casa ou apartamento

Você pode estar se perguntando, como assim, plantas de sol ou sombra para decorar minha casa? É simples, os jardineiros especialistas chamam a azaleia de planta solar, porque quando ela está no campo geralmente está em uma área que recebe plena luz do sol. Mas quando cultivadas em vasos e com cuidado, as azaleias podem prosperar em lugares menos ensolarados.

Atenção: As azaleias geralmente não gostam de ser transplantadas, então escolha o local certo para plantá-la da primeira vez. Uma boa dica é comprar uma planta já formada em um vaso maior.

As azaleias podem crescer até 3 metros de altura e 2 metros de largura, mas existem variedades mais compactas que ficam bem em qualquer lugar. A dica é sempre escolher a azaleia certa para o tamanho do seu espaço. Consulte um especialista na hora de comprar sua azaleia.

Para ilustrar melhor como é possível utilizar as plantas solar e sombra na decoração da sua casa ou apartamento, veja abaixo algumas imagens:

Planta solar na cozinha

Planta solar no living



Como cuidar da azaleia: plantar, fazer mudas e tratar pragas

Para Estudantes do ENEM e Biológos

As azaleias são plantas da família Ericaceae, nativas das regiões temperadas do norte da Ásia e da América do Norte. São arbustos sempre-verdes ou decíduos que podem atingir de 2 a 6 m de altura. Apresentam caules ramificados, folhas opostas e coriáceas, flores solitárias ou em cachos, frutos em baga e casca fina e pulposa. A planta é bastante popular como ornamental devido à sua beleza floral.

A azaleia é uma das plantas mais antigas do mundo, tendo sido descrita pela primeira vez por um naturalista chinês no século III a.C.. A espécie foi introduzida na Europa no século XVI pelos portugueses e logo se tornou uma das plantas ornamentais mais populares. No entanto, a azaleia não é apenas bonita, mas também é rica em história e significado. Aqui estão 10 fatos interessantes sobre essa planta espetacular:

1. As azaleias têm um longo historial na medicina tradicional chinesa

As primeiras referências às azaleias datam de um livro chinês intitulado “Shen Nong Ben Cao Jing”, escrito no século III a.C.. Esse livro é considerado o primeiro tratado de fitoterapia do mundo e descreve os usos medicinais de mais de 500 ervas. De acordo com o livro, as flores da azaleia eram usadas para tratar problemas respiratórios, reumatismo e dor nas articulações.

2. A azaleia é a flor oficial da Georgia

A azaleia foi eleita a flor oficial da Geórgia em 1916. O estado americano é conhecido por seus festivais anuais de azaléias, que atraem turistas de todo o país para admirar as magníficas flores.

3. Asazaléias podem ser tóxicas

As partes aéreas das azaléias são altamente tóxicas devido à presença de substâncias químicas chamadas glicocálix e andromedotoxina. Se ingeridas, essas substâncias podem causar náusea, vômito, diarreia, convulsões e até mesmo coma. Felizmente, as toxinas são facilmente destruídas pelo calor, por isso as azaléias cultivadas comumente para fins ornamentais são seguras para serem consumidas.

4. Existem mais de 10 000 espécies de azaléias

Existem cerca de 10 000 espécies diferentes de azaléias no mundo, variando em tamanho, forma e cor.

Fonte: 10 Interesting Facts About Azaleas.

IMPORTANTE: O conteúdo deste artigo foi atualizado em 23-11-2023 pela equipe do GPA Brasil. O Artigo acima ou qualquer conteúdo do site tem função apenas informativa e deve ser utilizada sempre com atenção.

Deixe um comentário