05 Dicas para Cuidar de Palmeiras

Quem não ama palmeiras? Essa é com certeza a planta preferida para ornamentação de exteriores e interiores. Pensando nisso, nós do GPA Brasil pontuamos 5 dicas para você cuidar bem da espécie de palmeira que tem ou pretende ter. Confira abaixo. 

As palmeiras são excelentes plantas decorativas para casas e diversos outros espaços como salões e área externa de shoppings. 

Elas são escolhidas por serem resistentes e possuírem a estética bonita, atrativa e, proporcionarem sensação de frescor graças as folhas enormes. 

Além disso, algumas espécies apresentam estrutura completa, por isso, dão frutos coloridos e até comestíveis. 

Mas, assim como todo ser vivo, para de manter saudável é necessário adotar alguns cuidados relacionados á rega, solo e ambiente principalmente. 

Nos tópicos abaixo você vai ler o que achamos ser as melhores dicas de cultivo para quem cultiva palmeiras. 

Pesquise bem sobre a planta 

Quem já cultiva plantas sabe que um único nome pode envolver diversas espécies, um ótimo exemplo disso são as palmeiras que, na verdade, abrange uma família extensa de vegetais. 

Por isso, é necessário pesquisar sobre a espécie que você tem ou pretende adquirir para determinar os cuidados adequados para manter a plantinha saudável. 

Por ser uma família muito abrangente, possui espécies naturais de ambientes muito distintos uns dos outros. 

Algumas palmeiras amam solo úmido, enquanto para outras, isso é uma sentença de morte. 

Além disso, é através das pesquisas que você saberá como regar determinada espécie, como plantar, como adubar e quando deverá podar. 

Aqui no nosso site você encontrará artigos sobre diversas palmeiras como a palmeira azul e a palmeira vermelha, por exemplo. Espécies exóticas e de beleza indescritível. 

Leia em seguida:  Tudo Sobre a Pachyphytum Oviferum (Suculenta Pedra da Lua)

Outro benefício da pesquisa é saber exatamente qual espécie ficará melhor para a decoração da sua casa. Seja na área externa ou interna. 

Essas plantas, além de vir de habitats diferentes, também apresentam características estéticas particulares. 

A palmeira-de-madagascar, por exemplo, tem o caule mais grosso por armazenar água e possui espinhos.  

Já a palmeira-leque, apresenta o caule mais fino e alto com folhas abertas e resistentes ao vento. 

Escolha onde plantar 

foto de um vaso marron com uma palmeira
Foto: Canva.

Após pesquisar bastante e ler artigos sobre a espécie desejada, sabendo qual o habitat original da espécie escolhida, você entenderá quais as condições favoráveis para a planta. 

E se você realmente gosta de plantas, vai seguir as dicas corretas sabendo que irá gerar o melhor resultado. 

Se bem cuidada, sua palmeira viverá por muitos anos e estará bonita durante todas as estações. 

Palmeiras originais de países quentes, preferem solo seco e regas mais espaçadas ou podem ser cometidas por fungos e morrer. 

Sabendo disso, você deverá escolher um ambiente bem iluminado com sol direto e plantá-la em solo com boa drenagem para que a água escoe e não fique retida na terra. 

Além disso, se próxima a outras plantas, é comum que em épocas mais frias do ano apareçam os famosos caracóis que podem destruir o vegetal ao se alimentar do caule e folhas. 

Para se livrar desses animais, uma ótima dica é quebrar cascas de ovos com as mãos e espalhar pela terra, fazendo isso você criará um local desagradável para rastejarem. 

Cuide da iluminação 

foto de uma planta recebendo luz do sol om uma mão do lado
Foto: Canva.

A iluminação é muito importante para a planta. É certo que algumas espécies precisam de menor quantidade de luz que outras, mas, nenhum vegetal deve ser cultivado no escuro. 

Leia em seguida:  17 cactos lindos para ter dentro de casa

Afinal, como produtores do próprio alimento precisam de iluminação para realizarem a fotossíntese e se manterem nutridas. 

É por isso que algumas espécies não se desenvolvem bem se estiverem em casa. Algumas palmeiras precisam de luz direta do sol durante o dia todo. 

Além disso, a falta de luz pode adoecer a planta, fazer com que as folhas murchem e surjam manchas. 

Ou que plantas coloridas percam a cor, o lírio-da-paz, se não receber iluminação tem suas pétalas brancas transformadas em verde-claro. 

Sem a iluminação necessária para cada espécie, elas ficaram fracas e podem sofrer com o surgimento de pragas. 

Por isso, é muito importante conferir nas pesquisas quantas horas de sol diárias sua palmeira precisa receber para se manter saudável e bonita. 

Algumas nomenclaturas podem ser confusas e fazer você pensar que precisa manter a planta na sombra e isso pode matá-la. 

A nomenclatura sombra, por exemplo, significa deixar o vegetal no sol de 2 a 4 horas por dia. 

Meia luz indica de 4 a 6 horas de sol diárias enquanto sol pleno se refere a manter a espécie iluminada durante o dia todo. 

Regue corretamente 

foto de uma planta sendo regada
Foto: Canva.

A água é essencial na vida dos seres vivos, e é comum que as palmeiras sinalizem quando estão sendo regadas de forma incorreta. 

Como dito anteriormente, se a espécie é natural de locais com clima úmido preferem que o solo nunca seque. Se são originais de clima seco ou ensolarado, demandam regas mais espaçadas. 

O que todas as palmeiras têm em comum é não se darem bem em solos encharcados, pois, não são plantas aquáticas. 

Molhar excessivamente pode facilitar o surgimento de fungos, vírus e bactérias que poderão facilmente matar sua planta. 

Mesmo que não falem, os vegetais indicam quando estão sendo molhados em excesso através do apodrecimento do caule ou de manchas amarronzadas e folhas murchas. 

Leia em seguida:  Tudo Sobre Como cuidar e plantar a Stapelia Gigantea

Prepare o solo

Foto de uma mulher adubando o solo com fertilizante líquido
Foto: Canva.

O solo é outro fator importante para o crescimento saudável da sua palmeira. 

Sabendo sobre a espécie, você entenderá se o solo precisa ter boa drenagem ou não. 

Ou, com que tipo de areia precisa ser misturada para garantir que a palmeira se sinta “em casa”. 

É no solo também que estarão os nutrientes que você colocará através do adubo que poderá ser granulado ou líquido. 

E esse processo de nutrição da terra deverá ser feito geralmente a cada 6 meses, então, você precisará aprender a realizar o replantio ou contratar alguém que saiba. 

Um solo pobre deixa a planta fraca e torna frequente o surgimento de pragas como a cochonilha. Esses insetos podem ser difíceis de remover se estiverem se multiplicando rápido. 

O adubo para palmeiras é fácil de ser encontrado e de manusear, pode ser comprado em lojas físicas da sua cidade ou através da internet. 

Qual a espécie de palmeira que você possui ou quer comprar? Confira aqui no nosso site se já temos um guia sobre essa planta ou sugira um tema novo para nós. 

Foto em destaque: Canva.

Gostou? Compartilhe com os amigos:

IMPORTANTE: O conteúdo deste artigo foi atualizado em 09-05-2022 pela equipe do GPA Brasil. O Artigo acima ou qualquer conteúdo do site tem função apenas informativa e deve ser utilizada sempre com atenção.

Deixe um comentário