8 Orquídeas mais Exóticas, Caras e Raras do Mundo

As orquídeas estão entre as plantas mais belas e elegantes do mundo. Não por acaso, elas costumam estrelar os arranjos de flores chamando toda a atenção para si. Elas também são plantas muito apreciadas por jardineiros domésticos. Mas o fato é que essa família de plantas muito requisitadas se encontra, infelizmente, em extinção.

Nesse novo artigo, vamos trazer para você algumas das espécies mais raras, exóticas e caras da família das orquídeas.

Orquídea Fantasma (Dendrophylax lindenii)

Começamos com uma espécie que ocorre principalmente na América Central. A orquídea fantasma tem esse nome por conta de seu formato literalmente fantasmagórico. A cor de suas flores é branca, devido a ausência de clorofila (a substância que pigmenta a planta) e parece que estão flutuando, parecendo-se com fantasmas no escuro.

A orquídea fantasma não se encontra atualmente em extinção. Porém, devido a muitas coletas, a sua ocorrência em ambiente nativo é bem mais rara.

Outro fato que deixa essa planta ainda mais rara é que é muito difícil realizar o cultivo em cativeiro desta planta, devido às características muito específicas que ela exige para se desenvolver.

Orquídea de Rothschild

A Orquídea de Rothschild pode custar até 15.000 reais. Não por acaso tem o nome botânico que leva o sobrenome de uma das dinastias mais ricas de todos os tempos.

Suas flores são muito exóticas, e outro fato que aumenta ainda mais a sua raridade é o fato dela ocorrer nativamente apenas no Monte Kinabalu, na ilha do Bornéu.

E para ficar ainda mais interessante, o florescimento da planta ocorre apenas uma vez a cada dez anos, fazendo com ela ocupe o rank das orquídeas mais caras do mundo. Ficou curioso em saber qual é a mais cara? Confira a orquíde a seguir.

Orquídea Shenzhen Nongke

Essa planta foi vendida por 202.000 dólares. O preço é devido a sua história. Em primeiro lugar, ela foi desenvolvida em um laboratório Chinês. E, para deixar a coisa ainda mais escassa, ela demorou cerca de 9 anos para ser desenvolvida.

A planta foi utilizada em uma série de estudos e leiloada ao fim para um comerciante chinês. O seu nome é uma homenagem ao laboratório Shenzhen Nongke que criou a planta.

Essa não só é a orquídea mais cara já vendida, como também é a planta mais cara já vendida. Além disso, pode ser considerada a mais rara, uma vez que existiu apenas um exemplar desta planta e não temos a menor noção de onde ela esteja hoje – e se está viva.

Orquídea dourada de Kinabalu

Imagina uma planta que só existe em uma pequena ilha, denominada Ilha de Bornéu, que fica na Malásia. Essa é a Orquídea dourada de Kinabalu, que reúne outra característica ímpar: ela demora cerca de quinze anos para florescer, elevando, em muito, o valor de suas flores.

Infelizmente, essa planta se encontra em extinção. É por isso que Bornéu criou o Parque Nacional do Kinabalu para preservar as poucas espécies nativas que ainda restam dessa planta. O parque contempla 754 km² do monte Kinabalu.

Orquídea Chocolate

Essa não é uma orquídea tão rara, mas conta com uma característica muito exótica, que não está diretamente ligada ao seu visual, mas ao seu aroma. A orquídea chocolate, ou “Sharry Baby”, é uma planta que exala um aroma que lembra muito o chocolate, fazendo dela uma planta muito requisitada por colecionadores de orquídeas.

Segundo o site I Love Flores, existem variedades da orquídea chocolate que cheiram mel e  também baunilha.

Dentro das plantas dessa lista, a orquídea chocolate é uma das mais acessíveis e fáceis de se cultivar em casa. Se você busca por uma planta exótica de baixa manutenção, ela pode ser a escolha perfeita para você.

Orquídea Dragão (Gongora meneziana)

O gênero de orquídeas gongora é uma homenagem ao Don Antonio Caballero Gongora, que foi um bispo da Espanha e rei de uma região que hoje contempla o México. O gênero conta com 60 diferentes espécies que podem ser encontradas distribuídas por toda vegetação da América do Sul e América Central, incluindo o Brasil.

A Gongora meneziana, também conhecida como orquídea dragão, é uma espécie brasileira, que cresce em clima tropical, muito encontrada em regiões amazônicas.

Hoje, ela é considerada uma planta muito rara de se encontrar em sua forma nativa, mas pode ser cultivada em cativeiro, atraindo a atenção de muitos jardineiros e amantes de orquídeas que buscam por espécies mais raras e exóticas.

Seu nome popular é devido ao formato e coloração de suas flores, que lembra um dragão cuspindo fogo.

Orquídea Negra (Maxillaria schunkeana)

A Orquídea Negra é conhecida por muitos como uma vilã do universo da ficção. Mas o fato é que é uma das mais belas plantas da família das orquídeas, principalmente por conta da cor de suas flores negras.

Devido a sua coloração, ela é muito requisitada por colecionadores de orquídeas. É uma espécie que pode ser cultivada em casa, tanto em canteiros de jardins quanto em vasos.

A orquídea negra é uma planta exótica fácil de se cultivar, principalmente devido ao fato dela ser uma planta nativa do Brasil, que ocorre nativamente no estado do Espírito Santo. Ela é mais uma prova da nossa rica vegetação.

Zeuxine rolfiana

A Zeuxine rolfiana não poderia faltar na nossa lista principalmente devido a sua história muito curiosa. Ela já havia sido descrita em livros de botânica, mas dita como extinta há pelo menos 120 anos por nunca ter sido encontrada na natureza. Recentemente, em 2010, ela foi redescoberta na natureza. Mas infelizmente a sua ocorrência ainda é raríssima. Só existem 18 exemplares da planta documentadas e vivas.

O detalhe que torna essa orquídea ainda mais rara é que essas 18 plantas são estéreis, o que significa que essa orquídea nunca vai se reproduzir. Devido a isso, provavelmente ela é uma das mais raras desta lista, até que se redescubra ela novamente.

Se você quiser vê-las, elas se encontram atualmente no Jardim Botânico de Kerara, na Índia.

Você também pode ver as orquídeas amarelas neste artigo.

Qual das orquídeas raras você achou mais interessante? Qual você ficou com vontade de ter em casa? Qual você acha que faltou na lista? Deixe um comentário! Queremos ler!

Deixe um comentário