Como cuidar e plantar a palmeira-garrafa

As palmeiras são lindas e exuberantes, cada espécie oferece um diferencial especial para a decoração graças a autenticidade e elegância que cada uma proporciona.

Esse gênero apresenta, geralmente, plantas gimnospermas, ou seja, apresentam estrutura completa, ou seja, raiz, caule, flor e fruto. Então, além da beleza das folhas, vai garantir cor ao ambiente oferecendo um contraste que combina perfeitamente como se tivesse sido pintado a mão.

Ao escolher essa planta, você vai garantir frescor, beleza e aconchego a qualquer cômodo ou área da sua casa.

Dentre essas espécies, durante a leitura, você vai conhecer a palmeira garrafa e os cuidados corretos para a manter saudável. Nó, do GPA Brasil, separamos com muito carinho, as melhores dicas para você. Continue lendo para conferir.

Sobre a planta

Reino:Plantae
Ordem:Arecales
Família:Arecaceae
Gênero:Hyphorbe
Espécie:Lagenicaules

A palmeira garrafa é uma das espécies da famosa palmeira e ao contrário da palmeira-imperial, por exemplo, essa em questão é considerada de pequeno porte, pois, não costuma ultrapassar 4 metros de altura.

Suas folhas são grandes, bem distribuídas e resistentes, é uma planta belíssima que com certeza vai tornar sua decoração elegante e autêntica.

Pode ser colocada em vasos no interior de casa, mas, é melhor que fique em áreas externas e sem cobertura, para receber bastante luz do sol.

O caule é o diferencial da espécie e motivo da nomenclatura popular já que lembra muito o formato de uma garrafa, base mais larga e topo mais afinado, de coloração marrom e verde. Suporta bem o peso das folhas que

Essa palmeira, ao contrário de outras como a palmeira fênix, não possui variações, é única. Então, não há possibilidade de erro quando for adquirir a muda ou semente.

A inflorescência surge na cor creme, ramificada. Os frutos são arredondados com apenas uma semente, ao contrário dos cactos. São verdes e quando maduros ficam pretos.

O caule apresenta algumas listras marcantes e suas folhas podem atingir até 3 metros de altura

foto do caule da palmeira-garrafa
Pásztörperc, CC BY-SA 2.5 https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.5, via Wikimedia Commons

Como plantar sua palmeira garrafa

Essa palmeira, assim como todas da família, é bastante resistente e muito fácil de cuidar, o plantio também é bem simples e eficaz.

É uma planta que precisa de espaço, seja em vasos ou diretamente na terra. Precisa ser colocada em um buraco mais fundo, com cerca de 30 cm de profundidade, você poderá medir com trena ou régua.

O motivo pelo qual isso é importante é para que as raízes consigam encontrar os nutrientes naturais necessários para a sobrevivência. Mas isso não quer dizer que não precisará de adubos.

Se for plantada sem vaso, coloque o insumo adequado antes de colocar a muda. No caso de plantio em vasos, você deverá misturar esse insumo com a terra que será usada para o plantio.

No início, a planta precisará de regas diárias, mas sempre tenha cuidado para não encharcar o solo. Quando você perceber que está bem fixa, poderá aumentar o espaçamento entre essas regas.

Simples não é? Após plantada, é só adotar os cuidados necessários com a espécie que sua planta vai continuar crescendo linda e consequentemente, com boa saúde.

Quando plantada através de sementes, geralmente começam a brotar após 4 ou 6 meses, não se preocupe com a demora.

Dicas para cuidar da sua Palmeira

Ao escolher sua planta, é preciso que você entenda a importância dos cuidados que deve ter com ela. Afinal, é um ser vivo e precisa do compromisso em relação a esses cuidados.

O primeiro passo é pesquisar sobre os locais de onde a planta é nativa, assim você entenderá o clima favorável ao crescimento saudável da espécie.

Na pesquisa você também deverá identificar o solo adequado para plantio, a frequência de regas e quantidade de água ideal em cada rega.

Outro fator importante são as condições do ambiente, se deve ser bem ventilado, se a planta gosta de ficar suspensa, se gosta de meia sombra ou sol pleno assim por diante.

E por último e não menos importante, quais pragas costumam afetar essa planta e quais as atitudes e rotina necessária para combater esse problema.

Dessa forma vai ser possível que você tenha todas as informações necessárias para manter a planta com boa saúde durante todos os ciclos.

Como regar sua planta

A palmeira garrafa é nativa das ilhas Maurício, localizada na África Oriental, por isso seu caule é arredondado, é utilizado para armazenar água e suportar extensos períodos de seca, pois, seu habitat é bastante enroladado e não há chuvas recorrentes.

Por causa do ambiente ao qual seu DNA está adaptado, é uma especie que ama solo seco por causa do calor que faz com que a água evapore rapidamente, então, o recomendado é que você regue de 2 a 3 vezes por semana.

Sempre verifique se o solo está seco antes de regar.

Não tenha medo de regar, como é uma planta de pequeno médio porte, precisa de grande quantidade de água. Mas fique sempre observando para não exagerar e acabar “afogando” a planta ou fazendo com que possibilitando o surgimento de fungos.

A quantidade de água vai variar de acordo com o tamanho da planta.

Algumas espécies de palmeiras conseguem armazenar água, mas, se você for do tipo que esquece, peça a alguépalmeirasarmazenae ahar ou coloque lembretes e alarmes para sinalizar o dia e horário da rega.

Os melhores horários para regar plantas são ao amanhecer e ao anoitecer. Esses momentos são os mais adequados porque a luz do sol é inexistente ou está fraca e possibita que o vegetal tenha mais tempo para absorver a água sem que o calor a faça evaporar logo.

Como não possuem as folhas com textura aveludadas, está permitido que você borrife água nas folhas, assim você a manterá mais hidratada e protegida dos raios solares que podem queimar belas folhas.

A palmeira garrafa, assim como as demais palmeiras, é uma espécie de crescimento lento, então não cometa o erro de achar que é por falta de rega e aumentar a frequência. Isso pode facilmente matar sua planta.

Lembre-se de que apenas plantas aquáticas gostam de ficar encharcadas, então, nunca deixe o solo ou vaso parecendo um lago, umidade em excesso pode criar um ambiente perfeito para o surgimento de fungos, vírus e bactérias difíceis ou impossíveis de tratar.

A quantidade de água deverá ser proporcional ao espaçamento entre as regas. Se você regar 2 vezes na semana precisará de quantidades maiores de água em comparação a regar três vezes.

Siga todas as nossas dicas e você não terá problema quanto a hidratação da sua planta. A água ajuda durante processo que a planta passa para germinar as sementes e, é utilizada na fotossíntese.

foto da palmeira-garrafa
Forest & Kim Starr, CC BY 3.0 US https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/us/deed.en, via Wikimedia Commons

Como deve ser o solo

Para sua palmeira garrafa ter um bom desenvolvimento o solo deve se assemelhar ao original.  Ela é natural de terra com boa drenagem, praiana, já que é nativa de uma ilha.

O mais adequado é que a planta fique diretamente plantada na terra para ter mais espaço, mas pode ser cultivada em vasos do material da sua preferência. O ideal é que seja feito de material resistente como gesso ou barro.

Por ser natural de ambiente praiano, recomendamos que você misture a parte de areia e duas de substrato.

Esses vasos devem ter boa drenagem, pois, como você leu no tópico anterior, essa espécie não se adapta bem em solo úmido ou encharcado.

Para garantir esse aspecto, o vaso deve ter aqueles costumeiros furos na parte inferior para que a água possa escorrer e evitar que acumule, apodreça as raízes ou faça que a planta seja atacada por qualquer categoria de fungo, vírus ou bactéria.

Outra dica é quando for colocar a terra no vaso, colocar uma camada de pedras e cascalhos para garantir uma drenagem ainda mais eficiente, fazendo com que a água escorra ainda mais rápido.

O adubo ideal é preferencialmente um substrato orgânico. Apesar de ser o que age de forma mais lenta, é o mais eficaz para a espécie. Na natureza, esse substrato vem de outras plantas mortas que fazem com que a terra fique nutritiva para a próxima que crescerá no local.

Não é por serem orgânicos que precisarão obrigaroriamente serem produzidos em casa, você poderá facilmente encontrar em lojas especializadas e aplicar na planta de acordo com as recomendações do vendedor ou da embalagem.

Mas, se preferir, existem algumas coisas que possivelmente são encontradas em casa e podem ser utilizadas para deixar o solo onde a planta está bem nutritivo e adequado para o crescimento adequado como casca de ovos, borra de café e casca de banana.

Confira como utilizar no nosso artigo sobre como cuidar de plantas.

Aposte em fertilizantes ricos em nitrogênio e faça a reposição semestralmente.

Qual o ambiente ideal

Essa palmeira se desenvolve muito bem em locais com sol pleno ou meia sombra. Isso quer dizer que precisam de no mínimo 4 horas de sol diariamente.

Deve ser colocada em um ambiente que tenha boa iluminação e ventilação, mas, não confunda isso com ventania, ventos fortes podem rasgar as folhas e danificar a planta.

No início do artigo, recomendamos que seja cultivada no exterior da casa porque esse gênero gosta de luz plena do sol, ou seja, luz direta durante o dia todo, já que é assim que costuma ficar em seu habitat.

Se for colocada embaixo da escada, se certifique de que é um local onde é possível que a planta receba os raios solares diretamente.

foto do fruto da palmeira-garrafa
I, KENPEI, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Como usar na decoração

Pode ser colocada na parte interna da casa se o local escolhido seguir os  requisitos necessários. Mas, se estiver tudo conforme o recomendado nesse artigo, essa planta vai dar uma belo destaque para o cômodo.

É perfeita para abrilhantar jardins devido ao seu formato exótico, você pode deixar com um aspecto ainda mais elegante se colocar pedras amarronzadas ou brancas por cima da terra, independente de ser no vaso ou não.

Você pode a manter sozinha ou acompanhá-la de outras espécies, isso vai deixar o ambiente mais verde, natural e fresco. Principalmente porque esse gênero de palmeira transmite o frescor de praias.

A palmeira garrafa pode ser posta em jardins de inverno se o espaço for amplo ou pode ser colocada na entrada da casa, no jardim principal. Você pode fazer caminhos ou deixá-la isolada em algum ponto estratégico.

As flores aparecem na fase adulta da planta e dão um contraste incrível de cores do amarelo com o verde vivo das folhas, vai deixar seu jardim ainda mais colorido e vivo!

foto da palmeira-garrafa
Dinkum, CC0, via Wikimedia Commons

Como lidar com pragas

Esse é um problema muito comum que pode ocorrer em qualquer categoria de planta, lidar com pragas e doenças é estressante e desgastante para quem cultiva e principalmente se for diagnosticado de tardiamente.

Você deverá checar sempre as folhas, caule, folhas e raízes diariamente para ter certeza de que está tudo bem.

A praga mais comum nessa espécie é a broca-do-olho-das-palmeiras. Esses insetos podem aparecer como larvas ou como besouros pretos com aspecto aveludado. Esse inseto se instala e utiliza as fibras da própria planta para construir um casulo.

Pode atacar a planta em qualquer época do ano e possui hábitos diurnos, mais fácil de identificar. Além disso, exalam um odor forte.

Para eliminá-los é necessário colocar uma armadilha que poderá ser comprada em alguma loja especializada. Essa armadilha terá um cheiro agradável para os insetos e vai atrair eles.

Outra praga comum é o ácaro da necrose. É um inseto branco que utiliza a planta como alimento. Existem alguns remédios eficazes no combate dessa praga como abamectina, azadiractina, espirodiclofeno, fenpiroximato e hexitiazoxi  que também poderão ser comprados em lojas especializadas.

Os cupins também podem destruir a palmeira. São insetos encontrados no solo ou em objetos de madeira e se alimentam de celulose e esse é o principal elemento do caule das plantas.

Para os combater o recomendado é a utilização de inseticidas específicos para a praga você pode adicionar mais matéria orgânica no solo já que cupins costumam atacar solos mais fracos.

Outra alternativa é criar barreiras no solo ou utilizar inseticidas específicos para o controle de cupins.

Sempre pode as folhas amareladas ou amarronzadas, retire também os frutos podres e as folhas mais murchas para que a planta continue saudável.

Esse artigo foi útil para você? Converse conosco através dos comentários.

Foto em destaque: Pásztörperc, CC BY-SA 2.5 https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.5, via Wikimedia Commons

IMPORTANTE: O conteúdo deste artigo foi atualizado em 28-12-2021 pela equipe do GPA Brasil. O Artigo acima ou qualquer conteúdo do site tem função apenas informativa e deve ser utilizada sempre com atenção.

1 comentário em “Como cuidar e plantar a palmeira-garrafa”

  1. ola
    Gostei muito dessa aula sobre palmeiras garrafa, a minha palmeira apresentou um buraco no tronco embaixo tipo apodreceu. como faço para eliminar esse buraco. tem alguma massa que posso preencher para cicatrizar.
    Se puder me ajudar agradeço.

    Responder

Deixe um comentário