Palmeira Veicthia: Como Cuidar e Plantar

As palmeiras são ótimas plantas para cultivo, por isso, são tão recomendadas por profissionais que atuam no paisagismo. Nós do GPA, produzimos para você um artigo completo sobre uma das espécies dessa vasta família. Continue lendo para conferir.

As palmeiras são plantas completas em grande parte das espécies, por isso, costumam apresentar flores e frutos que contribuem com o contraste de cores e proporciona uma beleza ainda mais atrativa.

Além disso, são fáceis de cuidar e por serem perenes, vivem por muitos anos contribuindo com a sensação de aconchego e conforto que a decoração com plantas proporciona.

Na leitura abaixo você aprenderá mais sobre a palmeira veitchia, um exemplar escultural original das ilhas Filipinas.

Reino:Plantae
Classe:Liliopsida
Ordem:Arecales
Gênero:Veichia
Espécie:Merrillii

Características da planta

foto das flores da palmeira
Fonte: Canva.

A palmeira Veitchia, também conhecida como palmeira-de-manila ou palmeira Havaí, é uma planta ornamental nativa de várias ilhas localizadas nas Filipinas. Os locais mais comuns em que cresce são em florestas tropicais e em locais que apresentam vegetação ampla e de baixa altitude.

Devido ao seu habitat de origem, vai bem em regiões de clima tropical, subtropical e temperado ameno. Pode ser tranquilamente cultivada no Brasil.

Sua estética lembra muito a da palmeira-rabo-de-raposa, grandes folhas localizadas no topo do caule com caimento para baixo e bem cheias, a diferença é que a Veitchia possui menos ramificações.

O caule é comprido e fino. Apresenta coloração verde na área mais próxima das folhas e amarronzada no restante da estrutura. A copa da árvore costuma balançar com o vento proporcionando sensação de frescor ao ambiente.

A inflorescência geralmente aparece nas estações mais quentes como primavera e verão, são unissexuais, ou seja, uma única flor possui ambos os sexos. A cor branca contribui com a beleza da espécie e é um dos motivos pelo qual é tão utilizada no paisagismo.

O fruto, conhecido como coquinho, aparece nas estações mais frias como outono e inverno na coloração verde e posteriormente vermelhos. Quando maduros, são bem chamativos e podem atrair pássaros. A polpa é branca e carnosa contendo apenas uma semente, ao contrário de plantas como os cactos.

Geralmente plantas que apresenta algum aspecto chamativo em coloração ou formato possui o intuito de chamar a atenção de animais que auxiliarão na reprodução. Esse é o caso da manila já que sua propagação é feita por meio de sementes.

Diferente da palmeira imperial, é considerada uma planta de pequeno porte, pois, alcança de 4 a 8 metros de altura na natureza, mas, em vasos pode ficar menor.

Uma característica que a difere de outras espécies é que costuma florescer com apenas 2 anos, apesar de perene, você não precisará esperar muito mais que isso para ver as belas flores e frutos.

E por falar em seus frutos, apesar de não serem venenosos, não costumam ser agradáveis para o consumo humano, por não ter um sabor marcante e não ser considerado doce ou salgado.

Suas sementes e mudas não são comercializadas por preços altos, entretanto, quanto maior a planta estiver, mais caro será.

Busque em lojas virtuais, caso não encontre na cidade em que você reside. Não esqueça de conferir o valor cobrado pela entrega.

Cuidados necessários         

foto do fruto da palmeira
Fonte: Canva.

Para que sua palmeira Havaí cresça saudável e viva por muitos anos como é comum em plantas dessa família, que possui uma variedade imensa de gêneros e espécies perenes com crescimento lento, será necessário adotar alguns cuidados.

A manila é fácil de cuidar, por isso, não morrerá fácil. Geralmente é recomendado que o cultivo seja em ambiente externo, mesmo que plantada em vasos. Mas poderá ser posicionada dentro da sua casa.

Isso ocorre, devido ao fato de ser um vegetal acostumado com clima tropical, suporta esperar a chuva para que seja regada, já que na natureza não há que faça esse trabalho.

Leia em seguida:  Orquídeas amarelas: belas e exuberantes

Você deverá saber como regar, quais os nutrientes necessários para que o solo esteja adequado e qual a iluminação que mais agrada a manila.

Além disso, entender quais pragas podem surgir é essencial para identificá-las o mais cedo possível, assim, será menos estressante eliminar e evitar que sua planta morra por alguma doença ou, por servir de alimento para algum inseto.

Como regar sua palmeira

A palmeira Havaí, por ser original de ambientes quentes, não tolera solo encharcado. Isso ocorre principalmente por seu habitat original serem ilhas. Esse aspecto indica que o solo contém areia e bom escoamento de água.

A rega frequente será essencial no período inicial de crescimento, essa dica poderá ser aproveitada caso você adquira sementes ou pequenas mudas. Se você obteve seu exemplar por meio da indicação de arquitetos ou designers, geralmente a planta já vem em vaso com tamanho que demanda de menos cuidados.

Outro período em que a rega deverá ser menos espaçada é durante a floração e frutificação, pois, durante essas fases, a planta necessita de mais água para que consiga completar o ciclo da melhor forma possível.

Se esses fatores não fizerem parte do momento atual da sua palmeira Veitchia, as regas deverão ser feitas de 2 a 3 vezes por semana, sempre que o solo estiver seco.

Para ter certeza, esfregue seu dedo na terra e sinta se ainda há umidade. Outra opção é inserir um palito assim como fazemos quando assamos um bolo, se sair sujo, aguarde mais um pouco, se sair limpo, é hora de molhar novamente.

Evite usar pratos por baixo dos vasos, pois, além de impedir a saída da água proveniente das regas acumulando o líquido, facilita o surgimento de mosquitos-da-dengue que poderão trazer problemas para você, sua família ou seus clientes.

Lembre-se de que a quantidade de água deverá ser de acordo com o tamanho do exemplar que você possui, mas, sempre tenha em mente que o solo não poderá ficar encharcado ou, facilitará o surgimento de fungos.

Você poderá molhar as folhas, pois, devido a textura não ser aveludada, não trará nenhum prejuízo para as plantas, na verdade, ajudará o processo de hidratação.

Esteja sempre atento (a) aos aspectos da planta para saber se está regando demais. Água em excesso pode gerar apodrecimento das raízes e levar a planta à morte.

Essa é a família ideal de plantas para quem costuma esquecer de molhar, ou, possui a agenda apertada e fica grande parte do tempo fora de casa.

Qual o solo apropriado

O solo deverá ser arenoso. Caso você realize o plantio, será necessário adquirir areia lavada em alguma loja especializada em produtos para plantas seja física ou virtual.

Além disso, recomendamos que você utilize pedras, cascalhos ou manta de drenagem na composição do substrato durante o processo de montagem e preparação do vaso para receber a planta.

Use vasos que tenham furos embaixo e dê preferência aos fabricados por materiais que garantam que a evaporação da água ocorra mais rápido, como barro, por exemplo.

Apesar de o barro ser uma matéria-prima vista apenas para ornamentação rústica e destinada a ambientes rurais como fazendas, chácaras e, casas de praia, podem ser grandes aliados na construção estética do ambiente quando texturizados ou pintados, além de proporcionarem sensação de aconchego.

O recipiente deverá sempre conter furos embaixo para que a água escorra e não acumule no substrato. Isso evita que a planta seja atacada por fungos, vírus e bactérias que podem matá-la.

O adubo poderá ser misturado à terra e areia devendo ser trocado e substituído no tempo recomendado pelo vendedor ou descrito na embalagem do produto.

Ou, você poderá adquirir fertilizantes líquidos que serão dissolvidos em água e colocados no solo durante a rega. Essa opção também deverá ser realizada no tempo recomendado. Geralmente é indicado que ocorra a cada 4 meses.

Leia em seguida:  Como cuidar de palmeiras: Regar, plantar, solo e ambiente

Palmeiras não são muito exigentes quanto ao adubo, compostos mais simples como o NPK devem servir. Você também poderá buscar por outro adubo orgânico e usar elementos como borra de café, cascas de ovos e cascas de banana para fertilizar o solo.

Questione ao vendedor ou pesquise quanto de adubo será necessário para a quantidade de terra que será adicionada no vaso.

Qual o melhor ambiente

A palmeira Veichia ama sol pleno, ou seja, a planta deverá ser exposta à luz direta do sol de 4 a 6 horas diárias. Na natureza recebem luz solar e iluminação durante todo o dia e diariamente.

Por esse motivo, grande parte das pessoas as cultivam em ambientes externos ou, jardins internos que não tenham cobertura. Há também os que as mantém em jardins cobertos com grades. Assim a luz entrará e a casa permanecerá segura contra invasões.

Os melhores locais para colocar sua manila serão cômodos que tenham janelas grandes, assim, além da iluminação necessária, o vegetal receberá a ventilação essencial para o desenvolvimento saudável.

Caso você deseje a planta para ornamentar ambientes internos, dê preferência para os mais amplos e espaçosos como a sala, pois, sua Havaí precisará de espaço para crescer e o vaso deverá ser grande e alto.

Essa é uma espécie que tolera ventania, esse é um dos benefícios das palmeiras já que por serem altas recebem todo o vento do local onde estão na natureza.

Por ser original de clima tropical ou algo próximo disso, não é resistente a geadas. Talvez se forem leves, mas, devido a esse aspecto não é recomendada por quem mora em estados localizados no Sul do Brasil, onde o inverno pode ser intenso.

Poda

A poda em palmeiras não é nada com que você deva se preocupar, pois, na natureza os exemplares dessa família soltam suas folhas sozinhas. A palmeira-buri-de-praia, por exemplo, usa as folhas secas para diminuir a temperatura do solo varrendo a areia em volta.

Na palmeira Veitchia, você precisará retirar apenas as folhas secas, pois, essa característica indica que já estão mortas, portanto, não trarão benefício algum para a planta.

Caso você note ressecamento em outras folhas, pode significar luz do sol em excesso, mas, se nossas dicas forem seguidas, esse fator significa que a planta está passando pelo processo natural de renovação.

Utilidades

foto das folhas da palmeira
Fonte: Photo by David J. Stang, CC BY-SA 4.0 https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0, via Wikimedia Commons

Nesse momento, você já entendeu a valorização e importância da palmeira veicthia para fins ornamentais devido à beleza característica da espécie que além de abrilhantar ambientes externos e internos, fornece diminuição da temperatura do ambiente graças ao movimento das folhas incentivadas pelo vento.

Mas, a utilidade dessa espécie não acaba por aí, pois, esse vegetal, assim como diversas outras palmeiras, é usado na produção de palmito.

Sim! Aquele palmito comercializado em conserva e adicionado em diversas receitas como pizza. Esse ingrediente poderá ser consumido em saladas, recheios, no macarrão, grelhado, cozido no vapor, assado ou, até mesmo comido em conserva.

O palmito oferece diversos benefícios à saúde como fortalecimento dos músculos, controle da pressão arterial, proporciona melhor qualidade no sono e, por dar sensação de saciedade é recomendado para quem está passando pelo processo de emagrecimento.

Como eliminar as pragas e doenças

As pragas que podem atingir as palmeiras são praticamente as mesmas. Como as principais, podemos citar cochonilhas, broca-de-olho-das-palmeiras, ácaros, pulgões e caracóis.

As cochonilhas geralmente deixam como indício da sua presença algumas teias de aranha. São quase imperceptíveis devido ao tamanho, e, para eliminá-las, passe uma bucha nas folhas ou pano embebido em água com detergente neutro.

Para os pulgões a técnica será a mesma usada para combater as cochonilhas.

A broca-de-olho-das-palmeiras apresenta coloração amarronzada ou avermelhada. Podem ser vistos facilmente e liberam um forte odor. Para eliminar, você deverá adquirir uma armadilha específica em loja especializada ou, pesquisar como fazer em casa.

Leia em seguida:  Como cuidar a plantar a Agave Palito e Curiosidades

Para se livrar dos ácaros e demais insetos como formigas, adquira inseticida em loja especializada.

Os caracóis costumam surgir em estações mais frias e amam quando o solo está úmido. Retire-os manualmente e para evitar que retornem, distribua cascas de ovos trituradas com as mãos para que os pedaços fiquem grandes.

Assim, o solo ficará desagradável para seres tão sensíveis que rastejam.

Dicas para decoração

A forma mais utilizada é posicioná-la em jardins externos, mas, existem diversas outras maneiras de organizar essas palmeiras para que sua decoração permaneça autêntica e original.

Uma ótima dica é deixa-las sozinhas com espécies menores ao redor que demandam dos mesmos cuidados, para melhorar ainda mais a estética, adicione pedras brancas ou coloridas ao redor das plantas. Coloque essas pedras em espiral ou qualquer outro formato da sua preferência.

Você poderá usar a mesma técnica em vasos e poderá variar quanto ao material do recipiente, mas, os melhores para a espécie são feitos com barro, gesso ou plástico, pela facilidade de encontra-los em tamanhos maiores.

Aposte em vasos com textura e coloração diferentes do comum, desde que combinem com a estética da casa. O branco é sempre preferido por proporcionar elegância.

Outra técnica bastante utilizada em chácaras e fazendas é formar um corredor de palmeiras que levam à entrada da casa, assim, o frescor será garantido logo na chegada.

Você também poderá adquirir outras espécies de palmeiras para deixar sua ornamentação ainda mais completa com espécies muito fáceis de manter.

Curiosidade

Devido à frequente produção de palmito, a palmeira veitchia ou palmeira Havaí, está quase extinta em seu habitar original, ou seja, nas Filipinas.

Confira um vídeo curto sobre a espécie.

Perguntas Frequentes:

  1. Como podemos cultivar Palmeira Veicthia?

Palmeira Veicthia pode ser cultivada a partir de sementes ou estacas. Para cultivar a partir de sementes, basta plantar as sementes em um recipiente com uma camada de drenagem e cobri-las com uma camada de areia. Mantenha o recipiente em um local quente e úmido até que as sementes germinem. Uma vez que as sementes germinaram, transplantá-las para um recipiente maior ou para o seu jardim. Para cultivar a partir de estacas, basta escavar um buraco no solo e enraizar as estacas na terra. Depois de enraizadas, transplantar as estacas para o seu jardim.

  1. Qual a melhor época para cultivar Palmeira Veicthia?

A melhor época para cultivar Palmeira Veicthia é no outono ou início do inverno. Isso permite que as plantas tenham tempo suficiente para se estabelecerem antes do calor do verão.

  1. Qual o tamanho ideal de Palmeira Veicthia?

Palmeira Veicthia cresce até aproximadamente 2,5 metros de altura e 2 metros de largura.

  1. Qual a duração de vida útil de Palmeira Veicthia?

Palmeira Veicthia tem uma duração de vida útil de aproximadamente 10 anos.

  1. Quais são as principais doenças de Palmeira Veicthia?

As principais doenças de Palmeira Veicthia são a podridão das raízes, a podridão do tronco e o mofo branco. Podridão das raízes e podridão do tronco são causadas por um fungo chamado Phytophthora cinnamomi, enquanto o mofo branco é causado por um fungo chamado Sclerotinia sclerotiorum. Podridão das raízes e podridão do tronco podem ser evitadas mantendo o solo bem drenado e evitando o excesso de umidade. O mofo branco pode ser evitado aplicando um fungicida no início da estação de crescimento.

Gostou do nosso artigo? Troque experiência conosco através dos comentários.

Foto em destaque: Canva.

Gostou? Compartilhe com os amigos:

IMPORTANTE: O conteúdo deste artigo foi atualizado em 25-05-2022 pela equipe do GPA Brasil. O Artigo acima ou qualquer conteúdo do site tem função apenas informativa e deve ser utilizada sempre com atenção.

Deixe um comentário