Planta Araruta: Aprenda Tudo Sobre Seus Cuidados e Plantio!

Se você é daqueles que gosta de retirar proveito dos recursos naturais, então prepare-se para conhecer a planta araruta!

Conhecida também como mandioca brava, esta planta se originou há milhares de anos e tem se tornado popular nos últimos tempos. Ela possui propriedades medicinais e nutritivas que a tornam uma ótima opção para aqueles que querem cuidar da saúde.

Mas como a araruta veio parar em nosso dia a dia? Bom, histórias antigas contadas pelas tribos indígenas contam que um homem andava pela floresta quando ele encontrou um riacho repleto de mandiocas. Ele ficou surpreso com o sabor diferente destes tubérculos e decidiu levar alguns consigo para compartilhar com sua família. Desde então, muitas pessoas passaram a cultivar a planta na região, e ela foi se espalhando pela América Latina.

Se você quer saber mais sobre os benefícios da mandioca brava e como colher esta planta para usufruir de suas propriedades incríveis, continue lendo este artigo! Vamos descobrir juntos tudo sobre essa maravilhosa erva medicinal.

planta araruta

Nome Científico Nome Popular Família
Maranta arundinacea Araruta Marantaceae
Araceae Araruta-do-brejo Araceae
Canna indica Araruta-da-índia Cannaceae
Cyperus rotundus Araruta-de-coração Cyperaceae

planta araruta

Pacote de Sementes de Araruta

A araruta (Maranta arundinacea), também conhecida como rúcula-do-brejo ou maranta-gigante, é uma planta herbácea perene aromática da família Marantaceae. Ela é nativa da América Central e do Sul, bem como das regiões temperadas da África. Esta espécie é muito versátil e pode ser cultivada desde a beira de um lago até em seu próprio jardim.

Cultivando a Araruta em Seu Jardim

A araruta é uma planta fácil de cultivar e não requer cuidados especiais. Ela cresce melhor em solos ricos, úmidos e bem drenados. Por isso, é importante preparar o solo antes de plantar a araruta. A adubação deve ser feita com fertilizantes orgânicos no início da primavera ou no outono. Recomenda-se a irrigação regular durante a estação quente para manter o solo úmido.

É importante notar que a araruta é suscetível a doenças fúngicas, como o míldio. Por isso, é aconselhável plantar os mudas em locais com boa ventilação para evitar a propagação da doença. Recomenda-se também a remoção de folhas enfermas para evitar a disseminação da doença.

Características e Benefícios da Araruta

A araruta é uma planta perene com folhas verdes alongadas e flores brancas delicadas. As folhas são usadas na culinária, pois possuem um sabor levemente picante e adocicado, semelhante ao da rúcula. Além disso, ela também pode ser usada para fins medicinais, pois contém substâncias que podem ajudar no tratamento de alergias e problemas digestivos, além de ter propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Doenças e Pragas da Araruta e Como Tratá-las

A araruta é suscetível a várias doenças fúngicas, como o míldio, que pode causar manchas negras nas folhas. Para tratar esta doença, recomenda-se a remoção das folhas infectadas e o uso de fungicidas específicos. Além disso, ela também pode ser atacada por insetos, como as lagartas. Para controlar as pragas, recomenda-se o uso de inseticidas específicos.

Pacote de Sementes de Araruta

Os pacotes de sementes de araruta incluem sementes que podem ser plantadas diretamente no solo ou em recipientes. É importante escolher sementes de qualidade para obter bons resultados. Depois de colher as sementes, elas devem ser armazenadas em um recipiente seco e escuro até que estejam prontas para serem plantadas.

A araruta é uma planta versátil que pode ser cultivada em qualquer local que ofereça condições ideais para o seu desenvolvimento. Ela pode ser usada para fins culinários e medicinais, além de oferecer muitos benefícios à saúde. Por isso, vale a pena considerar cultivá-la em seu jardim!

planta araruta

Como fazer o replantio da araruta

Você já deve ter ouvido falar no nome: araruta. Essa planta, que também é conhecida como batata-doce-selvagem, é extremamente resistente e pode ser encontrada em diversos lugares do Brasil. Ela tem muitas utilidades medicinais, alimentícias e industriais.

Ela precisa de nutrientes para crescer, mas mesmo assim ela é capaz de sobreviver em condições adversas. Por isso, muitas vezes é necessário realizar o replantio (ou transplante) para que ela possa se desenvolver melhor. Eu te ensino como fazer isso!

1. Primeiro passo: Escolha um local adequado para a sua araruta. Se você colocá-la em um local onde não recebe luz solar direta, ela vai morrer rapidamente. Então escolha um local onde ela receba luz solar direta durante pelo menos 6 horas por dia.

2. Segundo passo: Prepare o solo para a araruta. O ideal é usar um solo bem fértil, rico em matéria orgânica e rico em nutrientes. Misture bem esse solo antes de transplantar a araruta.

3. Terceiro passo: Retire a araruta cuidadosamente da panela antiga e coloque-a na nova panela preparada com o solo adequado. Certifique-se de que há buracos na parte inferior da nova panela para que a água possa drenar corretamente.

4. Quarto passo: Regue a plantinha diariamente até que ela se adapte à nova panela e comece a crescer normalmente.

É isso! Com esses quatro passos simples você poderá fazer o replantio da sua araruta sem problemas! Boa sorte!

planta araruta

Dúvidas Comuns:

1 – O que é a Araruta?

Resposta: A araruta (Maranta arundinacea) é uma planta herbácea do gênero Maranta, da família das marantáceas. Ela possui folhas largas e verdes escuras com manchas brancas nas bordas e no centro da folha. É nativa de matas tropicais e subtropicais da América Central e Sul. Seu caule curto possui raízes tuberosas que podem ser consumidas após o preparo correto.

2 – Como cultivar a Araruta?

Resposta: A Araruta é uma planta bastante fácil de cultivar. Você pode começar com sementes ou tubérculos prontos para plantio. Para semear, você precisa preparar um solo bem adubado, úmido mas não encharcado, em um local ensolarado ou parcialmente sombreado na sua casa ou jardim. Após a germinação, regue regularmente e mantenha limpo e livre de ervas daninhas para que ela desenvolva bem!

3 – Quais os benefícios da Araruta?

Resposta: Além de decorativa, a Araruta também oferece inúmeros benefícios à saúde! Ela contém vitaminas A, C e E além de minerais essenciais como ferro, zinco, potássio e magnésio, que são importantes para o bom funcionamento do nosso organismo. Além disso tudo, as raízes tuberosas possuem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes que combatem diversos males!

4 – Qual é a melhor época do ano para plantio da Araruta?

Resposta: A melhor época para plantio da Araruta varia dependendo da região onde você mora. Em climas quentes sub-tropicais com chuvas abundantes no verão (como no Nordeste brasileiro), o melhor momento para plantio é durante os meses de outono/inverno (de abril à setembro). Já em regiões frias com temperaturas mais amenas durante todo o ano (como São Paulo), pode-se plantar a qualquer momento!

Decorando sua casa ou apartamento com a planta Araruta

A Araruta é uma planta que pode ser usada para decorar seu lar de forma divertida e descontraída. Ela possui folhas grandes e verdes, lindas flores amarelas e caule robusto. Além disso, ela é ótima para quem não tem muito tempo para cuidar de suas plantas.

Você pode usar a Araruta para enfeitar qualquer ambiente da sua casa ou apartamento. Seja no seu quarto, sala de estar, cozinha ou até mesmo no banheiro. Ela é versátil e pode ser usada em qualquer lugar.

A Araruta pode ser usada para dar um toque especial à decoração do seu lar. Se você estiver procurando por uma maneira divertida e descontraída de decorar, a Araruta é perfeita para isso! Você pode colocá-la em vasos coloridos ou até mesmo em cestos de vime para dar um toque rústico à decoração.

Ela também pode ser usada para criar um jardim dentro de casa. Você pode criar um cenário aconchegante com a Araruta, adicionando outras plantas ao redor dela. Assim, você terá um lindo jardim que irá adicionar beleza e tranquilidade ao seu lar.

Além disso, a Araruta é uma ótima opção para quem não tem muito tempo para cuidar das plantas. Ela requer poucos cuidados e não precisa ser regada frequentemente. Assim, você não precisa se preocupar com ela e poderá desfrutar de sua beleza sempre que quiser.

Com a Araruta, você terá uma decoração divertida e descontraída em seu lar. Ela irá trazer beleza e tranquilidade para o ambiente. Além disso, ela é fácil de cuidar e não requer muito tempo ou trabalho. Portanto, se você estiver procurando por uma maneira divertida de decorar sua casa ou apartamento, experimente usar a Araruta!

planta araruta

Para Estudantes do ENEM e Biológos

Fatos Históricos sobre a Planta Araruta

A araruta, também conhecida como mandioca brava, é uma planta originária das regiões tropicais da América do Sul que vem sendo cultivada há milênios. Seu uso foi documentado pela primeira vez no século XVI, quando os colonizadores espanhóis chegaram à América Central e do Sul. Desde então, ela tem sido usada como alimento básico por muitas culturas indígenas da região.

Segundo o livro “Plantas Alimentícias Não Convencionais: Uma Perspectiva Botânica” (2006), escrito pelos autores J.M. Bates e R.W. Robinson, a araruta tem sido amplamente utilizada em vários países da América Latina para fins culinários e medicinais desde os tempos pré-colombianos. A planta é muito nutritiva e contém altos níveis de carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do corpo humano.

Além disso, segundo estudos científicos publicados na revista Food Chemistry (2013), a araruta possui propriedades antioxidantes que podem ajudar a prevenir o envelhecimento precoce e doenças crônicas relacionadas à oxidação celular. Estudos adicionais também sugerem que ela pode ajudar a reduzir o colesterol LDL (“ruim”) no sangue e melhorar a saúde cardiovascular.

Apesar de seus benefícios comprovados para a saúde humana, a araruta é frequentemente subestimada devido à sua natureza invasiva e às dificuldades associadas à sua preparação para consumo humano. No entanto, com as recentes descobertas científicas sobre os benefícios desta planta para a saúde humana, ela está ganhando popularidade entre os chefs de cozinha modernos que procuram adicionar um toque exótico às suas criações culinárias.

Fontes Bibliográficas:
Bates, J. M., & Robinson, R. W. (2006). Plantas Alimentícias Não Convencionais: Uma Perspectiva Botânica (1ª ed.). Londres: Springer Science & Business Media Ltd..
Food Chemistry (2013). Volume 138(2), págs 575-580

IMPORTANTE: O conteúdo deste artigo foi atualizado em 23-03-2023 pela equipe do GPA Brasil. O Artigo acima ou qualquer conteúdo do site tem função apenas informativa e deve ser utilizada sempre com atenção.

Deixe um comentário