Barbeiros e a Doença de Chagas

Aprenda tudo sobre Barbeiro, desde o seu Habitat, do que eles se alimentam, como se reproduzem e as doenças que transmitem.

Barbeiro é um inseto muito comum no Brasil, tanto em zonas rurais como mesmo nos lares.

São fáceis de reconhecer, eles são pretos ou cinzas escuros, e possuem manchas no meio do corpo que varia muito de espécie para espécie.

Podendo ser estas manchas, pretas, amarelas ou alaranjadas.

Leia o artigo até o final e descubra tudo sobre este inseto.

Onde os barbeiros habitam?

Os barbeiros são mais comuns em estábulos, chiqueiros, galinheiros, pombais e casas de barros batido ou em folhagens usadas como telhado, apesar de menos comum também são vistos em casas de melhores construção, principalmente em móveis de madeira.

Os barbeiros são insetos noturnos, portanto, eles se escondem em lugares escuros, quentes e úmido.

A maioria dos casos de chagas por transmissão direta se dá de maneira noturna, enquanto a vitima esta dormindo.

A picada deste inseto não dói, pois ela tem, na saliva, um componente anestésico que faz com que você não sinta quando é picado

A picada é percebida, depois de um tempo, pois se sente uma pequena coceira por causa da irritação no local.

Logo os barbeiros podem ser encontrados em diversos locais, mas deve-se ter cuidado principalmente em casas de barros.

O que eles comem?

Os barbeiros se alimentam de sangue, ou seja, eles são animais hematófagos

Eles por meio do processo digestivo, fazem a separação dos nutrientes no sangue da vitima e são utilizados da melhor maneira, segundo o seu organismo.

Eles se alimentam por meio da tromba que eles possuem, que perfuram a pele e alcançam a corrente sanguínea da sua presa.

Segundo uma pesquisa da FioCruz após analisarem 279 barbeiros, foi encontrado sangue de 21 animais vertebrados, sendo eles:

  • 57,8%¨de roedores
  • 21.1% de caprinos
  • 21.1% entre bovinos, gatos, galinhas, marsupiais, suínos e cavalos.
Apesar deste inseto também se alimentar de sangue humano, ele foi tão comum quanto se esperava. Sendo também uma resposta ao controle praticado pelo controle realizado pelos órgãos estaduais, diminuindo o contato do Barbeiro com o humano.
barbeiro
No Brasil diminuiu muito a quantidade de doenças de chagas.

Quanto vive um barbeiro?

O Barbeiro (Triatoma infestans) vive em média entre 1 e 2 anos, um tempo consideravelmente maior do que outros insetos.

Essa resistência e tempo de vida maior é um dos fatores que o fazem um inseto tão perigoso, visto que se estiver infectado, pode passar a doença de chagas para dezenas de pessoas no seu período de vida.

Como se reproduzem?

A forma de reprodução do barbeiro é o da copulação.

Algo curioso é que os machos tentam se reproduzir logo no primeiro dia da fase adulta e não precisa se alimentar para isso acontecer.

Outro fato sobre os machos é que eles só saem do seu esconderijo em busca de sangue ou de sexo

Eles são atraídos por meio do cheiro das fêmeas que por sua vez preferem o macho que está suficiente nutrido. Apesar de haver poucos estudos ainda sobre o assunto.

As fêmeas ao contrario dos machos, sua principal busca não é pelo sexo, e sim pela comida para poder gerar ovos

Elas, ao escolher seu par para reprodução se baseiam no quão bem o macho estiver alimentado, isso quer dizer que ela inconscientemente mostra menos rejeição aos machos mais nutridos.

É importante que se conheça cada vez mais sobre a reprodução deste inseto, visto que a melhor forma de acabar com a Doença de Chagas é acabar com os Barbeiros, o seu principal transmissor.

O que é a doença de Chagas?

Ela é uma doença infecciosa transmitida pelo barbeiro que após picar a pele do ser humano, deposita suas fezes que está infectada com o protozoário.

Após ingressar na corrente sanguínea, o protozoário infecta outras células do corpo humano, incluindo as do sistema imunológico, a do coração, dos músculos e do sistema nervoso.

Esta doença também é chamada de mal de Chagas ou Chaguismo.

AVISO:
Os sintomas desta doença são ao longo dos anos com a doença, são silenciosos e nos primeiros meses até imperceptíveis.

Alguns sintomas da doença:

Insuficiência cardíaca

Isto acontece porque o vírus infecta e destrói as fibras musculares do coração, podendo levar a estado grave, podendo levar a morte.

Vale ressaltar que isso acontece após alguns anos da contração da doença.

Problemas gastrointestinais

Pode ocorrer dilatação do cólon ou do esôfago, dificultando a passagem de alimentos causando dores horríveis na região do abdominal, o que não acontece no começo da doença e sim após alguns meses ou ate anos a contração da mesma.

Outros problemas cardíacos e gastrointestinais podem vir juntos, agravando mais o quadro da doença.

doença de chagas

Existe algum tratamento?

Existe sim, após a confirmação da doença por um médico, é indicado o uso de benznidazol, que pode ser adquirido gratuitamente pelo SUS.

Ele é usada quando o quadro ainda é agudo, e o tempo e a dose varia segundo as especificidades de cada paciente.

Há também uma opção para as pessoas que tem certa rejeição no organismo ao benznidazol , que se chama nifurtimox

AVISO: Não tomem remédio sem indicação médica. Se você desconfia que contraiu a Doença de Chagas, procure um médico urgentemente.

Vale ressaltar que estes tratamentos obtém melhores resultados quando feitos na fase inicial da doença.

Infelizmente nessa fase raramente o paciente sente sintomas, pelo qual é difícil ser tratada na sua fase inicial.

O tratamento fica consideravelmente mais difícil quando a pessoa esta com um quadro bastante agravado, com lesões fortes nos órgãos e quadro crônico da doença.

Todo barbeiro transmite Chagas?

Não, apenas os que estão contaminados com o protozoário causador da doença.

Vendo que existem mais de 100 espécies de barbeiros seria estranho achar que todos eles transmitem chagas

De todas as espécies só 5 destas a transmitem.

Um ponto importante de se lembrar é que o barbeiro deve ter o protozoário parasita nele para poder causar esta doença

Caso não seja nenhum dessas 5 espécies e não tenha o protozoário alojado, ele não terá como transmitir a doença.

Quais prevenções devemos ter?

Para se prevenir de contrair a Doença de Chagas, evite lugares propícios a que o inseto se esconda, jogue fora pedras, acumulados de madeira, entulhos, entre outros. Também tome bastante cuidado ao tomar Caldo de Cana e Açaí, que também são transmissores.

A alimentação do barbeiro não é restrita a sangue de humanos, por isso, se tiver animais de estimação, mantenha-os sempre limpos e com coleiras anti carrapatos.

Assim como local onde mais estão e onde dormem também deve estar sempre higienizado para diminuir o risco do surgimento de barbeiros no local!

Desta forma se ameniza o risco de contrair a doença.

Todas prevenções ainda não são suficientes para inibir a doença, por isso faça exames sanguíneos periodicamente

Faça-os mais ainda quando for picado por um barbeiro, para constatar se esta ou não esta infectado pela doença de Chagas.

Espero que tenha lhes sido útil este pequeno artigo sobre o barbeiro e a doença de chagas.

AVISO:
Se você tem qualquer dúvida se contraiu o não a doença, procure URGENTE um médico especializado.

Leia também sobre calmantes para cachorro

Aprenda também sobre o Parque Indígena Xingu.

You might also like
7 Comments
  1. Francis says

    A comprovação de que esta contaminado aparece em exames de sangue rotineiros? Caso não existe um exame que podemos solicitar ao nosso médico?

    1. Ana Fernandes says

      É preciso fazer um exame através de testes s parasitológicos.

      Converse com seu médico e explique, ele requisitará o exame necessário.

  2. Caio wendell says

    Nossa , apareceu um aqui em casa nesse exato momento , sorte q eu o matei, pensei q fosse uma barata, vim peswuisa imediatamente . Nunca imaginei q poderia aparecer um aqui .

  3. Carlos Fernandes says

    E matei 2 barbeiros no ano 2.000, estava do meu lado quando dormia, preto e pintas brancas.

    Acho que alguém colocou o barbeiro enquanto dormia.

  4. FRANCISCO FREITAS says

    Parabéns pelo ótimo material. Bastante instrutivo.
    Ressalto, porém, que testes parasitológicos, prestam-se mais na fase aguda, momento de alta parasitemia. Já na fase crônica com parasitemia desprezível os parasitológicos não são funcionais, assim são prescritos exames sorológicos específicos para a Doença de Chagas.

    1. Ana Fernandes says

      Obrigado pela Contribuição Francisco.

  5. Kenia Magalhães says

    Eu sem querer quase mastigue um barbabeiro em uma uva mas cuspir quando senti o gosto, Eu posso ter pego a doença?

Leave A Reply

Your email address will not be published.