Como as plantas se alimentam?

Você tem dúvidas sobre a alimentação das plantas? Você veio ao lugar certo. Leia nosso artigo completo sobre o tema.

A natureza é incrível e tudo que advém dela apresenta uma série de necessidades básicas, como reprodução e alimentação.

A primeira necessidade básica é a reprodução, pois é através dela que um ser vivo se forma em vários outros.

Mas em segundo lugar, encontramos a alimentação, que é fundamental para a sobrevivência de qualquer espécie.

Entrando nesse assunto de alimentação, vamos falar agora as principais informações sobre a alimentação das plantas. Claro que dependendo da espécie, a forma de se alimentar muda, então falaremos sobre o modo geral, e em seguida sobre um tipo específico.

Fique conosco e acompanhe tudo sobre o tema.

Como as plantas se alimentam?

Diferente dos humanos e de outros seres vivos, as plantas não se alimentam de outras espécies, elas conseguem produzir seu próprio alimento e sobrevivem a partir dele.

As plantas se alimentam a partir de um  processo chamado de fotossíntese.

Quem nunca ouviu nas aulas de ciência sobre a fotossíntese? É um nome muito conhecido e popular, apenas de poucas lembrarem como ele realmente funciona.

O processo da alimentação das plantas em geral é feito através da ajuda do sol, da água e do dióxido de carbono que depois de processado se transformam em açúcar e por meio dessa substancia as plantas conseguem se alimentar. Podemos dizer que esse processo é uma fotossíntese mais simples.

Lembrando que a alimentação da planta se dar pelo seu caule e não pelas folhas como todos pensam.

alimentação das plantas Como são feito a fotossíntese das plantas?

Entender como é feita a fotossíntese não é muito difícil, porém, estamos acostumados a saber apenas que é um velho processo que ocorre apenas com plantas e vegetais e que são fundamentais para o seu desenvolvimento. (1)

Porém, tem bem mais coisas que isso. Vamos lá;

São três os componentes indispensáveis para que esse processo ocorra; a luz do sol, água e CO2 – gás carbônico.

É através da misturar desses três componentes que as plantas conseguem produzir alimentos para a sua sobrevivência.

E ele funciona da seguinte maneira; as raízes absorvem a água e os sais minerais, em seguida os vasos condutores levam toda a água absorvida para as folhas, em um processo denominado de seiva bruta.

DICA: Você sabia que as plantas usam água, que é um recurso natural renovável?

Na planta também é possível que se encontre uma substância denominada de clorofila e na sua folha uma estrutura que serve para absorver o Gás carbônico e ajudar na fotossíntese. Essa estrutura leva o nome de estômatos. (2)

Mas, voltando ao processo da fotossíntese, depois de absorver toda a água da raiz e levar até a folha da planta, a clorofila entra em ação junto com o estômato para juntos absorverem toda a quantidade possível da luz do sol e de gás carbônico.

Depois da absorção desses componentes, eles conseguem realizar um processo que transforma a substância capturada pelos dois elementos acima em glicose e assim as plantas se alimentam.

E através da glicose, dos gases carbônicos e da água que a planta consegue liberar oxigênio para o ar, por isso é tão importante esse processo das plantas para que os outros seres vivos tenham oxigênio.
planta se alimentando

E as plantas carnívoras?

A alimentação das plantas carnívoras é um pouco diferente da alimentação das plantas normais, pois não é feita através da fotossíntese.

O nome das plantas carnívoras vem justamente por elas se alimentarem de carne, que em geral são de animais como; arranha, sapos, lesmas, moscas, passarinhos e etc. (3)

E,  modo como essas plantas capturam esses animais são através das suas folhas.

Primeiro elas exalam um cheiro atrativo que chama as presas, e quando elas se aproximam, acabam ficando grudadas nas folhas das plantas carnívoras, pois elas possuem um tipo de cola, na qual o animal não consegue se soltar.

Isso acaba por ser a regra, mas alguns outros tipos de plantas carnívoras conseguem abater suas presas de outro modo, como criando armadilhas e depois usando a substância que se encontra em sua folha.

Porém, algumas plantas carnívoras não possuem essa substância pegajosa, então conseguem prender a presa através de uma espécie de boca que possuem na qual o animal também não consegue se soltar.

Esse tipo de planta que consegue agarrar o animal através da sua “boca”, possuí um suco digestivo que ajuda a dirigir tranquilamente os animais que foram capturados, pois as presas se transformam em liquido e é bem mais fácil de ser absorvido pela planta
.

Plantas parasítas

 As plantas parasitas são uma espécie que não se alimentam nem pela fotossíntese, nem não plantas carnívoras.

A sua alimentação é feita com base nos nutrientes de outra planta.

A absorção é tamanha que as vezes chega a matar a outra planta, daí veio o nome de parasita. (4)

Algumas plantas parasitas, como por exemplo a Rafflésia, que está presente nas florestas tropicais humildas do Borneú, produz a maior flor do mundo!

Ela pode chegar até um metro, e se alimenta de outros insetos e pequenos animais! Incrível não é?

Ficou alguma dúvida sobre o assunto? É só mandar sua pergunta para a nossa equipe pelos comentários abaixo ou por e-mail que será respondido o mais breve possível.
Fonte:

 

 

You might also like

Leave A Reply

Your email address will not be published.